segunda-feira, 29 de junho de 2009

Vermelho pêssego...



Diferentemente das ameixas, os pêssegos estavam bem doces. Mas duas caixas de pêssego foram demais considerando que o Per gosta mas tem alergia, Tormod não gosta de pêssegos e só come obrigado e Estela não gosta de pêssegos moles, para ela pêssegos tem que estar meio verdes. Eu sozinha só conseguiria acabar com tantos pêssegos fazendo geléia. E antes que os pêssegos se perdessem eu peguei oito dos mais maduros, piquei e fiz uma geléia rápida. Misturei pêssegos brancos e amarelos, já que tinha dos dois tipos, mas ambos estavam doces, talvez os brancos estivessem mesmo mais doces, mas estavam mais maduros e quase se perdendo.



Uma coisa que choca pessoas é que as minhas geléias de pêssego são feitas com a casca pois acho que a cor e o açúcar da casca são fundamentais para a geléia. Nunca deu errado uma geléia de pêssego, mas elas tem que ficar mais tempo no fogo para que a casca e a carne se se desintegrem formando uma massa vermelha homogênea. Acho que porque eu amo geléia de pêssegos eu sempre compro pêssegos demais. E essa semana não foi diferente. A cor do pote de geléia formou um par perfeito com as folhas que caiam do vaso de peonies.





Geléia de pêssego

8 pêssego maduros lavados e picados (aproximadamente 300 gramas)
7 colheres de sopa de açúcar
3 colheres de sopa de água

Como:

Leve os pêssegos e o açúcar ao fogo médio numa panela de fundo grosso e mexa até ferver. Abaixe o fogo e deixe a mistura cozinhar por aproximadamente 20 minutos, mexendo de vez em quando. Se começar a secar ou engrossar demais vá adicionando as colheres de sopa de água. Quando as cascas estiverem se desfazendo e a polpa dos pêssegos estiver bem macia, formando uma massa homogênea retire do fogo e deixe esfriar.






Uma atualização:
Para fazer esta geléia eu uso pêssegos como os da foto abaixo, aqueles aveludados e macios. Eu não uso nectarinas não. Acho que a pele macia dos pêssegos se desfaz melhor do que as de nectarinas, mas na verdade nunca fiz geléia de nectarinas. Outra geléia perfeita mesmo com cascas são as de damascos.

21 comentários:

Noémia disse...

Lindo o seu doce de pêssego!
A cor é fantástica!Deve-se concerteza à casca não?
Adoro doce de pêssego e costumo fazê-lo mas fica cor de laranja e aos pedaços grandes pois faço-a como fazia a minha avó paterna!:)

Lucia Campos virtual disse...

Lindas fotos, um vermelho vivo, vibrante. Cores e sabores, muito lindo!
Kisses

Eu Mulher disse...

Adoraria comer essa fatia...
Nunca fiz doce de pêssego, mas esse me deixou com vontade de fazer e experimentar. Delícia!

Beijão querida

Claudia disse...

Noémia,

Sempre gostei uma geléia de pêssego e elas sempre foram amerelinhas mas desde que comecei a fazer elas ficam vermelhas pois mantenho as cascas. Acho que a geléia feita com a casca fica mais bonita e mais doce demandando menos açúcar. Para desfazer tudo precisa de uma pouco mais de tempo e umas colherzinhas de água. Bj.

Lúcia,

A cor é uma beleza mesmo e o sabor é puro pêssego, uma maravilha. Bj.


Ana,

Quando você tiver pêssegos salta-caroço dando sopa por aí (no final do ano) faça para experimentar, fica uma delícia. Bj.


Claudia

Cláudia M. disse...

Claudia,
pena eu não estar aí, que ajudava a comer esses pêssegos! Adoro-os, principalmente bem madurinhos!
Pêssegos e cerejas são as minhas frutas favoritas.
Bela geleia, o aspecto é fabuloso.
bjs

Heloísa disse...

Claudia,
Que cor mais linda que ficou essa sua geleia.
Acho o perfume dos pêssegos quase sempre melhor que o gosto. E agora, com essa cor maravilhosa, o pêssego ficou imbatível.
Beijo
Heloisa

Luciana Håland disse...

O visual ficou perfeito.
Delícia de fotos, a geléia deve estar deliciosa também.
Beijo

Isabel disse...

Huumm, geleia de pêssego, que maravilha! A minha mãe fez uma de cereja, com os pedacinho de ceraja bem grandes e eu tenho consumido como uma louca!
Gostei da ideia de deixar a casca, mas são aqueles pêssegos "carecas" não é, vermelhinhos e sem aquela pele peludinha? A cor ficou linda e nunca ficaria assim sem a casca.
Bjs

Claudia disse...

Isabel,

Não usei nectarinas (irmã do pêssego) o que eu uso são os pêssegos cabeludinhos sim, cuja pele parece veludo. Aquele pele é puro açúcar.

Bj,

C.

Magia na Cozinha disse...

A cor ficou realmente fantástica! Adoro geléia de pêssegos com croissants. Um casamento perfeito!
Aqui estou tendo que tirar a casca dos pêssegos e maçãs, quando como, pois estão me dando uma reação alérgica.
Estou suspeitando que seja agrotóxico do local de onde são comprados ou algum produto que o mercado usa para conservar as frutas.
O pior é que mesmo retitando a casca ainda sinto incomodo.
Bjs :)

Claudia disse...

Clauzinha,

que inferno isso. Sabe que o Per ficou alérgico há pêssegos faz uns tres anos e foi de repente. Eu lavo bem os pêssegos mas sempre desconfio. Lavo bem as maças também, deixo de molho na água e escovo pois as crianças comem maças o dia inteiro, todos os dias do ano. Uma loucura o que eu compro de maças aqui. Se for de má qualidade imagina....

Bj,

C.

Mari disse...

Claudinha,
Como ficou linda a cor da tua geléia! Nunca fiz geléia de pessego em casa, mas gosto muito... qquer hora, vou pegar essa tua receita e fazer...
Geléia caseira é mto mais gostosa do que a industrial.
Bjo grande,

Mari

www.livroearte.com disse...

Querida, boa noite,
Que lindo essa combinação do vermelho com a geleia; dá vontade dee pegar... e de comer.
Adoro seu blog. Acho lindo, pois isso mesmo linkei ao Livro e Arte.
Beijos,

Canela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Canela disse...

Claudia
Esta vou fazer,a cor fascinou-me e logo eu que tambem como com os olhos........
Nunca fiz com casca,gostei de saber o segredo.
Bj

Verena disse...

Claudia, amei a receita e a cor está uma coisa de tão linda! Quando eu faço geléias eu costumo passar as frutas no processador, pelo modo pulsar, e já usei ameixas com casca...realmente demora mais um pouco para incorporar a massa da geléia, mas acho que é parte da fruta, então vamos lá!
Os pêssegos aqui têm muito agrotóxico...vou procurar orgânico...e testar!
Amei a cor, fico imaginando o perfume!
Beijos!

gasparzinha disse...

A cor ficou um estrondo!
Chama por uma bela tosta para barrar esta geléia irresistível.
Beijinhos.

leonor de sousa bastos disse...

Olá Cláudia!

Eu gosto muito de pêssegos, aliás, acho que não há nenhuma fruta de que não goste!
Aqui em casa, às vezes, também sou forçada a um plano de emergência para salvar alguma fruta que não consigo comer sozinha e fazer um doce com ela é sempre uma boa opção!
A sua geleia de pêssego ficou mesmo com uma cor linda!...
Com esse frasquinho delicioso, vai poder namorar os seus pêssegos durante muito tempo!:)

Beijos!

fatimajonas disse...

Olha Claudia sou filha de dona Cota la de Jardim do Serido, go, staria de manter contato com voce, meu imail é fjm.santos@hotmail.com

Anônimo disse...

Boa Tarde Cláudia...hoje resolvi fazer a geléia de pêssego.....mas no final minha geléia ficou muito caramelizada....tem como resolver esse probleminha ?
Porque será que ficou assim? Será que deixei muito tempo no fogo?

Se puder me ajudar, agradeço desde já sua gentileza....

Abraço

Flávia

Claudia disse...

Flávia,

Para que essa geléia fique homogênea é preciso cozinhar bastante para que as cascas possam se desfazer totalmente. No entanto é preciso ir adicionando água pois do contrário a geléia se reduz demais e carameliza. Agora você precisa voltar com a geléia para o fogo baixo e ir adicionando água até que dissolva um pouco e fique com a textura adequada. Dependendo do grau de caramelização você vai precisar adicionar umas 4, 5, ou até meia xícara de água para dissolver o caramelo da geléia.

Boa sorte.

C.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...