sábado, 28 de março de 2009

Sunomono com ebi e kani kama



Sunomono é uma salada japonesa que eu acredito não ser desconhecida para ninguém no Brasil e meio que já virou prato típico brasileiro. Come-se sunomono em todo canto, até em churrascarias. Eu sempre amei sunomono e minha versão preferida sempre foi aquela feita com pepino apenas.

Sunomono é uma espécie de 'vinagrete' japonês já que 'su' é o termo em japonês para vinagre e sunomono significa algo como 'vinagrado'.

Desde que mudei para a Noruega que eu comecei a fazer direto com pepino, macarão japonês harussame e surumi sticks, o kani kama para levar de merenda para a universidade.

Hoje eu fiz diferente, adicionei camarões (ebi, em japonês) que sobraram de um risoto que comemos ontem a noite. Para o almoço de hoje comemos peixe com arroz e salada e por isso eu não quis adicionar o macarrão harussame à salada já que eu acho que o sunomono fica ótimo como acompanhamento para arroz também.



Sunomono com ebi e kanikama

1 pepino ninja (japonês) fatiado bem fino
20 camarões médios
8 bastões de kani kama
1 colher de sopa de gergelim torrado

Serve 4 pessoas


Depois de fatiados os pepinos devem ser colocados numa peneira, temperados com sal e devem ser deixados para desidratar por pelo menos 15 minutos. Depois lave os pepinos para retirar o sal e reserve.


Meio pacote (oito bastões) de kani kama descongelados


O kani kama deve ser desfiado com cuidado para não quebrar


Cozinhe 20 camarões médios mergulhando-os com uma escumadeira em água salgada fervendo.

Prepare o molho Amazu:

4 colheres de sopa de vinagre de arroz
2 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de água
1 colher de chá de sal

Coloque os ingredientes numa panelinha e leve ao fogo médio até que o sal e o açúcar tenham derretido totalmente, sem deixar ferver. Retire do fogo e deixe esfriar.



Numa saladeira, ou pote de vidro, coloque os pepinos lavados, o kani kama, os camarões e sobre eles derrame o molho já frio. Misture com cuidado e leve para gelar por meia hora.



Antes de servir salpique o gergelim torrado sobre a salada. Sirva fria como acompanhamento ou como entrada.



Sunomono pode ser feita com três tipos diferentes de molhos de vinagre.

Amazu é o molho doce de vinagre e açúcar que eu uso. A regra é usar duas partes de vinagre para uma parte de açúcar sendo que o sal pode ser adicionado a gosto. Levar os ingredientes ao fogo para derreter o açúcar, deixar esfriar antes de servir.

Nibaizu é o molho que leva vinagre de arroz e molho de soja (shoyo) que é feito misturando uma medida de vinagre de arroz e uma medida de shoyo. Levar os ingredientes ao fogo mas deixar esfriar antes de servir. Como o shoyo é bem salgado em geral não precisa salgar, mas prove e veja se está do seu gosto.

Sanbaizu é o molho de vinagre de arroz, molho de soja e açúcar. O acúcar pode ser substituído por mirin um tipo de sake de baixo teor alcóolico e alto teor de açúcar usado como tempero. Misture uma parte de vinagre de arroz para uma parte de shoyo e meia parte de açúcar ou mirin. Adicione sal se desejar. Misturar os ingredientes e levar ao fogo para incorporar.

Importante: A ida ao fogo derrete os açúcares dando uma consistência levemente encorpada e caramelizada ao molho agridoce. Mas não deve-se deixar ferver para não deixar caramelizar.

9 comentários:

Moira disse...

Deliciosa mistura, e isto só a julgar pelo aspecto. Nunca provei nem nunca tinha ouvido falar, mas como tenho todos os ingredientes em casa, só me falta o pepino,vou experimentá-la muito brevemente.
Bjs e bom fim de semana.
Moira

Simone Izumi disse...

C.:
Isso me é tão familiar!!!!hahahahahahha....
Ficou super apetitoso! E de sobremesa....essa mousse de chocolate branco, pleazzz...
bjim
si

Gina disse...

Gostei bastante dessa saladinha. Com camarão fechou com chave de ouro.
Beijos.

Cláudia M. disse...

Cláudia, faça-me um favor: feche aí a porta que está a deixar vir aí do Norte uma ventania danada, e que fez descer as nossas temperaturas primaveris. Pode ser?
A noite passada a temperatura desceu até 7º em Lisboa, o que não é habitual nesta época. E fez -1º na norte do país e perto da Serra da ESTRELA. "Qué qué isso?"

Olha, essa salada está linda, mas eu não gosto de pepino! Que pena... mas talvez preparado dessa maneira, assim em tirinhas fininhas e com esses temperos fique com um sabor diferente. Será?

Beijinhos

Claudia disse...

Moira,

Prove sim pois é uma delícia. O segredo é o molho. Eu amo pepino e esta salada acompanha tudo e abre o apetite. Bj.

Simone,

Não tenho dúvida que você é uma comedora de sunomono. Gostou do mousse? Que bom, pois chocolate é especialidade tua! Bj.


Gina,

O camarão é para dar mais corpo e a salada serve bem de entrada. Bj.


Claudia,

Olha, o frio aqui continua mesmo com os dias longos e lindos. Hoje amanheceu nevando mas abriu um sol lindo a tarde a agora a noite está linda e limpa, mas fria. Fazer o que? E o pior é que o povo insiste que o planeta está esquentando (risos!). Bj.

C.

Alcina disse...

Olá Claudia
Não conhecia esse prato, mas também aqui há muito poucos restaurantes japoneses, tirando Lisboa nem sei se há em mais algum sitio, com excepção para os botecos nos shopping`s!!!
Mas eu gostei, é uma coisa a experimentar concerteza, porque eu gosto de pepino, o marido é que nem por isso!!!
Ah fiz hoje o seu manjar branco, ficou muito bom, logo que possa vou postar:-)
Bjinhos

Heloísa disse...

Claudia,
Que delícia.
Eu também gosto bastante de sunomono, mas nunca fiz.
Beijo

Glau disse...

até na sua receita salgada entra um pouquinho de açúcar :)
eita formiguinha!

Anônimo disse...

Com relação ao pepino, que algumas pessoas disseram que não gostam, acredito que o segredo ai nessa salada SÃO O 15 MINUTOS QUE O PEPINO FICA TIPO, "DESIDRATANDO" NO SAL, visto que é uma hortaliça um tanto quanto indigesta na sua origem.
Contudo, gostei da sua explicação e das receitas do típico vinagrete japonês.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...