sábado, 27 de dezembro de 2008

Para alegrar: tarte tatin de manga individuais



Cortando mangas hoje pela manhã eu cortei o meu polegar. Foi um corte fundo, dolorido e sanguinolento (não sei se esta palavra existe!?) mas não seria um corte na mão direita (eu sou canhota) que iria me impedir de terminar minhas tatinhas de manga. A coisa toda já estava começada e o forno aquecendo e eu precisava terminar. Precisei esperar um pouco, desliguei o forno e passadas umas duas horas lá fui eu atrás das mangas para recomeçar o processo. As tatinhas (tortas tatin pequenininhas) ficaram lindas e deliciosas pois as mangas estavam maduras e doces. O resultado depende bem da condição geral das mangas pois o caramelo que eu fiz é bem pouco doce.

A receita de tatin de manga virou coqueluche e está em todo canto. A primeira vez que eu comi foi a partir de uma receita da Carla Pernambuco. A receita que eu usei foi adaptada da receita publicada pela Bea do blog La Tartine Gourmande. Gosto das receitas dela, e já mencionei outras aqui, pois são eficientes, para poucas quantidades, bem pouco doces e muito leves, do jeito que eu gosto. Uma outra receita simples de tatin de mangas é da The Mango Association uma associação dos produtores e importadores de manga do Reino Unido.



O blog da Béa traz uma receita de massa folheada bem simples e fácil de fazer. Eu sou boa para fazer massas, massas folheadas inclusive, e sempre que fiz massas folheadas elas ficaram ótimas. No entanto, hoje eu usei uma massa pronta. Eu não gosto de usar massa folheada pronta porque eu acho elas muito ruins em geral. Aqui na Noruega eu acho elas ainda piores do no Brasil pois são super industriais, produzidas pelas marcas Findus (diga-se Nestlé) ou Sara Lee. Não existe um fornecedor caseiro de massa folheada como encontramos aos montes no Brasil. Mas hoje, por comodidade, por não conseguir esperar e por achar que as mangas iam estragar (desculpa) resolvi pedir ao Per para trazer um rolo de massa folheada da rua para eu fazer as tatinhas.

Mas, honestamente, não valeu a pena usar massa pronta, não mesmo. As mangas estavam ótimas, as tatinhas ficaram uma graça, o Per amou e eu comi feliz, mas a massa tinha gosto, sei lá, de plástico. Se você é como eu vai preferir o sabor da massa caseira feita com bastante manteiga e com suas próprias mãos. Apesar de levar tempo a massa folheada não é difícil de fazer e o resultado é tão superior, mas tão superior, que não justifica simplificar. O preguiçoso paga mais caro, não é mesmo. Mas se você preferir use massa pronta e relaxe.



Tarteletes Tatin de Manga (receita adaptada de diversas fontes)

3 mangas haden não muito maduras, brasileiras, colhidas na região de Juazeiro(BA) e Petrolina(PE) no Médio São Francisco
60 gramas de manteiga com sal
80 gramas de açúcar cristal
250 gramas de massa folheada
Raspas de limão (opcional)
Côco ralado (opcional)

Aqueça o forno a 200C. Enquanto isto derreta numa panela a manteiga e adicione o açúcar. Quando o açúcar tiver dissolvido adicione as mangas mexa para cobrir as frutas com a calda e deixe caramelar em fogo médio-alto por pelo menos 5 minutos. O tempo de caramelizar vai depender da quantidade de mangas que você está caramelizando. Eu usei 3 mangas grandes e tinha bastante líquido na panela para caramelizar e levei uns menos 10 minutos.

Depois que a fruta estiver pronta, levemente dourada, arrume uma camada generosa de fruta e cubra todo o fundo de uma pote individual de torta (sem fundo solto) ou potinhos de cerâmica ou de porcela, tipo ramekin. Transfira com cuidado as mangas caramelizadas para elas não se despedaçarem. Salpique um pouco de coco ralado sobre as frutas se preferir. Corte pedaços de massa folheada do tamanho exato, ou um pouco maior, da boca do pote e cubra toda a fruta com a massa. Pressione a massa para ela firmar e faça uns furos com a ponta de um garfo para deixar o vapor sair e a torta respirar. Leve os potes ao forno e asse por 10 minutos, então reduza o calor para 180C e asse por mais 15 minutos.

Sirva quente ou morno com sorvete de creme. Se preferir salpique raspas de limão.
Rende 4 tarteletes grandes.

14 comentários:

Valentina disse...

Sou louca por mangas. devem ter ficado muito boa. massa pronta realmente nao é a mesma coisa. quem nunca fez massa caseira não sabe.

Claudia disse...

Valentina,

Fazia tempos que eu não comprava uma massa folheada pronta. Tava preguiçosa mesmo hoje e aí deu nisso. Preciso dar uma errada de vez em quando para firmar na mente que estas massas prontas são umas porcarias...

Abs,

C.

Magia na Cozinha disse...

Manga é uma das minhas frutas favoritas!
Este tipo de tortinha ainda não experimentei, menos ainda com massa caseira.
Eu fico longe das massas, pois não tenho muito jeito. Mas um dia gostaria de aprender a fazer.
Bjs :)

Cláudia M. disse...

Cláudia, mais um docinho de fazer crescer água na boca. Fico a imaginar o sabor da manga bem madurinha... que delícia.

Lamento o acidente, mas o resultado compensou o "banho de sangue"...
Bjs

Isabel disse...

Hummm, que delícia, adoro tudo o que leva manga. Tenho que experimentar. As mangas que nós consumimos aqui em Portugal vêm da tua terra: Planeta Brasil!
Bjs

Heloísa disse...

Claudia,
Que cara de doce gostoso. Manga é tudo de bom.
beijo
Heloisa

Alcina disse...

Olá Boas festas:-)
Que lindas ficaram essas tarteletes, e devem ficar uma delicia, eu adoro manga e tudo que leva manga, mas a maioria das que aparece cá não são muito boas.
bjinhos

Luciana Macêdo disse...

Com as mangueiras ainda carregadas, fazer e experimentar estas delícias será um prazer.
Bjs!

Claudia disse...

Clauzinha Feticeira!,
Massas não tem muito mistério não, viu? Vale a pena tentar. Eu fazia muitas massas mas não fazia pão e agora quebrei esta última barreira psicológica e faço pães que são uma beleza.

Claudinha,
Banho de sangue foi assustador mas Per disse que eu devo ter cortado uma veia mais grossa. Mas está doendo até hoje. Pode? Cortar o dedo cortando mangas com uma faca boa?

Isabel,
As mangas que compro aqui vêm todas do Brasil também, de uma região linda e muito pobre, pobre mesmo, no vale do rio São Francisco, tema da minha tese de mestrado (o rio e não as mangas!). Mas nem todas as mangas são boas pois são colhidas muito verdes. As haden estão maravilhosas, agora é a época delas. De outubro a janeiro, fevereiro é a estação dessas mangas, elas estão muito boas. Compre agora mesmo e tente fazer pois é fácil e gostoso!

Helô querida,
Concordo, tudo com manga é bom. Não há suco, nem sorvete melhor do que de manga.

Alcina,
As tarteletes tatin ficam lindas mesmo, uma cor maravilhosa e dá para incrementar com caldas, sorvetes e ficar ainda mais lindas, mas eu gosto delas bem simples. Como um sol no prato! Olhe, de outubro a fevereiro é a estação das mangas haden e tommy no Brasil e elas estarão bem melhores estes meses. Vá por mim. Compre mesmo que estejam um pouco machucadinhas (amassadas) ou mesmo verdes.

Luciana,
Curta muito as mangueiras e as mangas pois elas são um dos grandes sabores deste planeta. Um grande prazer poder apreciar uma mangueira, aproveitar sua sombra e seus frutos.

Feliz ano novo para todas e obrigada pela visita!!!

C.

Rivera disse...

Estão muito bonitos! Devem de ser uma tentação! :)

Glau disse...

Querida, estou indo viajar, mas não queria ir sem antes passar aqui e te deixar um beijo..
Vc me emociona com seus recados.. engraçado pq as vezes eu acho que eu não mereço tanto carinho, sabe?

Olha, gosto mto de vc..
te desejo um ano de 2009 mto iluminado, com mto conhecimento e mto quente (apesar do frio que faz ai fora)

Um beijo enorme e um abraço bem apertado! Deu pra sentir o abraço, né

Glau

Lara Leal disse...

Feliz Ano Novo!!! Beijos, Lara

Bia Belliard disse...

Oi Claudia ! estou no Rio sim, mas ja estou voltando, por causa da escola de meu filho ! Um Feliz 2009 para vc e sua familia ! bisous

Cláudia M. disse...

Cláudia, vim aqui desejar um excelente 2009 para vc e para a sua família. Muita saúde, amor e felicidade por essas terras fresquinhas. Que bom ter-te conhecido.
Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...