quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Desejo de doente: trufas de chocolate



Como eu escrevi ontem, esta semana cresceu dentro de mim um desejo profundo de comer trufas de chocolate. O Per poderia ter tentado comprar, ou até fazer, se eu tivesse pedido, mas eu nem cheguei a mencionar meu desejo com ele. Meu desejo era meu, comigo, era eu quem precisava fazer as trufas, conceber as garotinhas uma por uma desde o começo. E o parto demorou mais de 24 horas. Foi difícil, mas minhas garotas nasceram. De pais diferentes já que umas bem neguinhas e outras bem branquinhas, por fora, claro. Todas mestiças em si: trufas brancas por fora mas negras por dentro e trufas negras por fora mas brancas por dentro.

Preciso dizer que apesar da minha experiência com trufas, pois as faço há mais de mil anos, estas foram as mais difíceis de terminar que eu já fiz na vida. A primeira grande dificuldade resultou do fato de ser muito complicado fazer trufas doente, e eu estou gripadíssima. Segunda dificuldade foi causada pela minha vontade de comer trufas de duas cores e sabores diferentes. A terceira grande dificuldade foi fruto do chocolate branco que estava zicado e a ganache branca só ter funcionado congelada e, na realidade, nem congelar direito ela congelou. Mas entre mortos e feridos salvaram-se todos.


( As garotas depois do banho de chocolate meio amargo)

As garotas ficaram com a cara que eu gosto, irregulares, com tamanhos ligeiramente diferentes, mas com o sabor maravilhoso. Não que o meu paladar esteja funcionando estes dias. Até mesmo a ganache branca ficou boa com a cobertura de chocolate meio amargo (57% cacau). Fiz dois sabores por dentro e por fora: ganache de chocolate branco coberta com chocolate meio amargo e com chocolate branco (branco total eu também gosto) e, como mencionei, ganache de nougat coberto tanto com chocolate meio amargo como coberto com chocolate branco.



Para quem não sabe, nougat é a pasta de avelãs, uma pasta que é misturada ao chocolate para fazer o famoso Nutella. É claro que o Nutella em si não leva tanto chocolate, nem tanto nougat, na sua composição como a ganache que eu fiz para estas trufas. Usei um Nougat com 40% de avelãs o que é bem mais do que os pobres 6% que vai no Nutella e chocolate com 57% cacau.

Eu estava louca para comer trufas especialmente depois de ter sido intimamente provocada, como mencionei em outra postagem, pelas belas e macias trufas de caramelo da Leonor do Flagrante Delícia e pela atitude provocante da Gláucia que foi me lembrar o quanto eu amo comer trufas no café da manhã, ver aqui



Trufas Mestiças

Recheio Mousse de Chocolate Branco
100 gramas de chocolate branco
50 ml de creme de leite (usei fresco)

Picar o chocolate e colocar num pirex ou prato de vidro. Ferver o creme de leite e cobrir o chocolate picado com o creme de leite e esperar um ou dois minutos antes de começar a mexer para incorporar. Mexa bem até que o chocolate esteja totalmente derretido e incorporado ao creme. Deixe esfriar e leve para gelar. Gele por umas duas ou três horas e retire a ganache da geladeira e faça bolinhas com a ajuda de uma colher e enrole-as com as mãos como se fosse um brigadeiro. Coloque as bolinhas sobre uma forma forrada com papel manteiga e leve as bolinhas a geladeira por umas horas ou uma noite inteira.ou uma noite inteira.



Recheio Mousse de Nougat
60 gramas de chocolate meio amargo 57% de cacau
50 gramas de Blød Nougat, nougat dinamarquês (pasta gianduia)
40 ml de creme de leite

Picar o chocolate e colocar em um pirez de vidro. Esquentar o creme de leite e o nougat em banho maria mexendo sempre e assim que começar a ferver retirar do fogo e jogar o creme de nougat sobre chocolate picado. Esperar um minutinho antes de começar a mexer e mexa até incorporar todo o chocolate picado. Espere esfriar e leve para gelar. Gele por umas duas ou três horas. Retire a ganache da geladeira e faça bolinhas com a ajuda de uma colher e enrole-as com as mãos como se fosse fazer um brigadeiro. Coloque as bolinhas sobre uma forma forrada com papel manteiga e leve as bolinhas de volta a geladeira por umas duas horas ou uma noite inteira. Fica uma espécie de Nutella caseiro, de sabo ainda mais intenso.



(Minhas garotas na fila do banho de chocolate)

Coberturas:

100 gramas chocolate branco
100 gramas chocolate meio amargo (57% cacau)

Derreta o chocolate (uma cor de cada vez) e banho maria. Mexa para incorporar todos os pedaços. Assim que estiver bem incorporado e sem pedaços retire do fogo imediatamente. Transfira o chocolate derretido para uma superfície fria para ele ser temperado e atingir a temperatua ideal para o banho das trufas geladas. Você deve colocar o chocolate derretido, tanto o branco como o amargo, num pirex raso e grande de vidro ou sobre uma pedra de mármore. Para ajudar o chocolate a esfriar você vai fazendo movimentos com a massa com se estivesse passando manteiga num grande pão. De vez em quando pare e bata a massa de chocolate um pouco para retirar o ar. Quando o chocolate derretido estive em temperatura do seu corpo, ou seja, quando você tocar a massa e não sentir nem calor nem frio, ela esta pronta para o banho das meninas trufas.

Mergulhe as bolinhas recém saídas da geladeira, uma por uma, no chocolate temperado e com a ajuda de um garfo vá virando as bolinhas. Com a ajuda do garfo retire as bolinhas banhadas e coloque-as num tabuleiro forrado com papel manteiga.

Se por acaso o chocolate começar a endurecer antes de todas as trufas terem sido banhadas pare o banho e volte o chocolate ao fogo para derreter novamente. Mais uma vez tempere o chocolate antes de banhar as trufas. Depois de banhadas elas podem voltar a geladeira por alguns minutos mas já podem ficar em temperatura ambiente se o local não for muito quente.

Banhe a ganache branca com o chocolate amargo e a ganache de nougat com o chocolate branco e meio amargo. Se quiser salpique um pouco de cacau em pó sobre as trufas, mas não é realmente necessário já que elas estão banhadas de chocolate e resistem bem ao toque.

Rende de 25 a 30 trufas.

7 comentários:

Nina disse...

Bom, eu tinha feito um comentário no post abaixo e... sumiu!

Então repito aqui:

Desejo melhoras para você.
E chocolate para mim!

beijos!

Claudia disse...

Nina, eu publiquei e re-editei a postagem e tive um problema com a conexão neste momento. Talvez por isso...

Mas agora eu não mexo mais!

Obrigada,

C.

Cláudia M. disse...

Pois é, Dona Cláudia, agora quem ficou doente fui eu, de ver essas ma-ra-vi-lho-sas trufas. Eu quero provar todinhas! Escuras, claras, assim-assim, todas! Ai ai ai, isto não se faz!
Como eu admiro a sua força! Se eu estivesse com gripe, até que poderia ficar na caminha a sonhar com doces, sobremesas, etc., mas daí a levantar-me e ir fazer, duvido... Sim senhora, mulher de fibra: sabe que mais, se calhar é o frio daí que faz as pessoas serem mais enérgicas!
Beijinhos e rápidas melhoras.

Heloísa disse...

Claudia,
Que delicia!
Não entendo como você consegue fazer tudo isso estando tão gripada.
E para a gripe, você já pensou em tomar um chá de gengibre?
Beijo

Magia na Cozinha disse...

Ficaram maravilhosas! Quero!
Aqui em casa quando faço estas coisinhas, tenho que contar quantas deram e avisar que é tanto para cada um, senão eu marcho!
Melhoras!
Bjs :)

Marcia disse...

Suas mestiças estão anotadas, no mesmo ritmo em que vc as descreveu, bem lentamente. Vou guardar uns dias até ficarem no ponto para que eu possa experimentar.
Desejo que já esteja bem.

martina disse...

nossa. eu fiquei com água na boca.
pena que aqui no brasil é preticamente impossível encontrar nougat. eu até já fiz uma experiência caseira, de bater as avelãs até se transsformar em pasta. fica dos deuses, mas dá uma mega trabalheira. achei que nunca mais ia reptir, mas vendo essas tuas aqui, começo a mudar de idéia. hehe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...