quinta-feira, 20 de maio de 2010

Risoto de chouriço e pudim de leite não condensado e baunilha...



Esta é uma postagem para lá de velha, com o cardápio do almoço que eu fiz para a família no domingo que foi o dia das mães no Brasil. O cardápio foi, como sempre, pensado para me agradar. Tá, pode não ser lá muito justo, mas eu só faço comida para me agradar. Enfim, foi um almoço delicinha, básico e sem celebrações já que aqui neste norte o dia das mães é celebrado em fevereiro e sem qualquer pompa.

Dias da mãe e do pai não fazem verão aqui nestas playas, mais uma coisa que eu adoro nesta gente pois eu também não celebro nada disso. Estou concluindo que por ser um país extremamente igualitário, onde o pai tem direito a meses de licença paternidade assim como a mãe, datas como essa não fazem nenhum sentido. Minha mãezinha nunca sofreu com a minha indiferença mas acho que, talvez, este ano foi diferente para ela e eu gostaria de ter estado no Rio ao lado dela.




O cardápio simples teve pudim de leite sem leite condensado mas com bastante raspas de baunilha, uma paixão minha, de sobremesa e um risotinho de chouriço espanhol servido com salada. O risoto escrito com apenas um T é opção editorial minha, para aportuguesar a palavra mesmo. O chouriço espanhol é um chorizo ibérico picante bellota que ganhei de presente naquele evento AIG e é muito bom, apesar de picante. Não deu para fazer fotos do risoto servido, mas deu para fazer algumas fotos do processo. Já tinha prometido para mim mesma que não iria mais publicar postagens com montes de fotos explicativas, acho chatérrimo ler esses tipos de postagens, mas acabo fazendo e publicando, espero que seja a última vez.





Pudim de leite não condensado e baunilha

1 litro de leite integral
250ml de açúcar + 125ml para a calda
4 ovos inteiros
4 gemas
Raspas de uma fava de baunilha
50ml de água

Como:

Aqueça o forno a 180C e ferva cerca de 2 litros de água para o banho maria. Selecione uma forma para assar o pudim, se preferir use forminhas individuais. Numa panelinha coloque 125ml de açúcar e 50ml de água e deixe ferver e cozinhar até formar uma calda de cor amarelada. A calda queima com muita facilidade por isso fique ao lado para não deixar queimar. Quando a calda estiver da cor que você deseja retire a panela do fogo imediatamente e transfira a calda para a forma selecionada e reserve. Se preferir uma calda mais fina adicione algumas colheradas mais de água, eu sempre adiciono um pouco mais de água para dissolver a calda, mas cuidado pois a calda vai espirrar!

Numa panela de fundo grosso ferva o leite e a baunilha. Enquanto o leite ferve bata bem os ovos com as gemas e o açúcar usando um batedor de mão. Quando o leite ferver coloque o leite quente sobre a mistura de ovos aos poucos, para tempere os ovos no leite, mas mexa o tempo todo com o fouet, sem parar de mexer para não talhar. Transfira a mistura para a forma com a calda e coloque a forma num tabuleiro grande. Coloque a água fervida no tabuleiro com a forma sem encher mais do que a metade da forma do pudim. Asse em banho maria por 50 minutos a 1 hora.

Importante: Deixe esfriar totalmente antes de desenformar. Jamais desenformar quente. O melhor é desenformar no dia seguinte.



Numa panela de fundo grosso coloque o leite e as sementinhas raspadas de uma fava baunilha e deixe ferver, mexendo de vez em quando...


Bata gemas, ovos e açúcar até esbranquiçar...


Tempere a mistura de ovos com o leite fervido mexendo sem parar (não há fotos desse processo pois eu uso as duas mãos!) e transfira a mistura para uma forma grande com um buraco no meio já com calda de caramelo... Coloque a forma em outra forma maior, coloque água fervida bem quente e asse em forno pré-aquecido a 180C por uma hora, ou até que o pudim tenha assentado.


Retire o pudim do forno e deixe esfriar totalmente por umas quatro horas antes de servir. Pudim de leite não deve jamais ser desenformado quente...





Risoto de chouriço picante


500 gramas de arroz para risoto ou arroz para mingau (ha, te peguei, esta você certamente não esperava?)
150 a 200 gramas de chouriço picante (usei o chouriço ibérico bellota)
1 cebola picadinha
2 colheres de sopa de manteiga para dourar a cebola + 2 colheres de sopa de manteiga para finalizar
2 colheres de sopa de azeite
duas colheres de sopa bem cheias de queijo parmesão ralado
3 a 4 litros de caldo de carne, frango ou legumes (aqui está, depende do teu arroz. Uns são mais duros do que outros)
150 ml de vinho branco seco
Meia colher de chá de pimentão doce em pó defumado (páprica doce defumada) OPCIONAL

Como:

Numa panela coloque o caldo de legumes ou caldo de carne ou galinha. Sempre faço caldos em case mas use o caldo que prefeir. Ferva o caldo em fogo alto. Quando ferver, abaixe bem o fogo e deixe cozinhando em fogo em baixo.

Em outra panela, coloque metade duas colheres de sopa de manteiga e duas de azeite e leve ao fogo baixo. Quando derreter, acrescente o chouriço picado e deixe fritar por uns dois, adicione a cebola e cozinhe até que fique transparente. Adicione o o arroz e misture por uns 30 segundos. Adicione o vinho e misture bem até evaporar e reduza fogo para médio. Quando o vinho evaporar comece a adicionar o caldo. Para 500ml de arroz eu adiciono duas conchas de caldo de cada vez, mexendo sempre, até que o arroz cozinhe mas fique levemente al dente. Não deixe de mexer para não agarrar no fundo, não deixe o fogo alto demais e, mais importante, não deixe o arroz secar e grudar no fundo. Você precisa ficar em pé, ao lado da panela, mexendoe adicionando caldo até que o arroz adquira a consitência ideal. Dependendo do tipo de arroz você poderá precisar de mais ou menos caldo é que há arroz de cozimento mais rápido do que outros. O arroz que eu uso demora para cozinhar e eu preciso de dois a dois e meio litros de caldo para cozinhar 500ml de arroz de risoto. Quando cozinhar desligue o fogo, adicione duas colheres de manteiga e duas colheres de queijo parmesão ralado.

Sirva imediatamente.

Serve 4 pessoas



O chouriço, que eu piquei em cubinhos bem pequenininhos...


Uma cebola picadinha...


Um copo de vinho branco seco, usei o único branco que eu tinha em casa, um cabernet blanc argentino, mas já fiz risoto de chouriço até com vinho do porto....


E a estrela do prato: o arroz. Desta vez eu usei um arroz que se usa para fazer mingau de arroz mas que é bem melhor do que os arboreos que eu encontro por aqui...


E um caldo de legumes fresco, feito em casa. Todas as vezes que eu fiz este risoto de chouriço eu usei caldo de carne mas desta vez fiz com caldo de legumes.


O único vinho branco que eu tinha em casa tinha origem duvidosa, ninguém sabia quem deu, de onde veio, desde quando estava ali e quem comprou, só sabíamos que era argentino. Prove o seu vinho para garantir que está suficiente bom...


Comece fritando o chouriço....


adicione a cebola picada e deixe cozinhar...


adicione o arroz e mexa bem...


mexa bem antes de adicione o vinho e deixe evaporar e reduza o fogo antes de começar adicionar o caldo....


caldo e arroz lado a lado no fogão...


adicione o caldo e mexa sempre, sem parar, e não deixe o arroz secar...


quando começa a secar eu encho de caldo novamente pois eu gosto de risoto bem caldaloso...


prove quando achar que o arroz já está no ponto...



Desligue o fogo, adicione manteiga e queijo, espere uns 2 ou 3 minutos e sirva.
Risoto depois de frio fica intragável, a única saída para as sobras de risoto é fazer bolinhos de risoto, que eu fiz!

14 comentários:

Magia na Cozinha disse...

Tb não sou muito ligada nestas comemorações, que são mais comerciais do que qq outra coisa. Acho um stress...
Este pudim sem leite condensado me agrada muito. A minha avó sempre fazia, mas eu não tinha a receita.
Qq dia vou testar a sua.
Risoto de verdade eu nunca fiz, faço arroz com alguma coisa, tipo Arroz de Carreteiro. Tenho que aprender a fazer um Risoto decente.
Bjs :)

Cris Chiosini disse...

Olá, Cláudia.
Adorei a receita do pudim sem leite condensado.
Já anotei pra fazer no próximo fina de semana...
Não sei se sou minoria, mas adoro posts com fotos, principalmente de forem de receitas, viu ?
Dá mais vontade de experimentar... rs
Beijos.

Anônimo disse...

Cláudia,
Concordo com a Cris. Não acho nada maçante acompanhar a receita com fotos de como fazer... Os risotos que faço são mesmo com arbóreo ou basmati... Este seu não conheço..
O pudim ficou lindo... tb adoro usar as sementinhas da baunilha..
marlene

belinhagulosinha disse...

está uma foto reportagem excelente amiga como de tão bom aspecto tem as suas receitinhas,jinhoss

Heloísa disse...

Claudia,
Esse pudim deve ser uma delícia. Lembrei do que minha mãe fazia, quando eu era pequena, pois também não levava leite condensado.
Beijo.

moranguita disse...

mas que maravilha esse almoço
adorei as sugestoes
beijinhos

Alcina disse...

Adoro esse tipo de pudim e cá em portugal chamamos pudim flan, era a sobremesa que a minha mãe fazia mais quando eu era pequena, isso e arroz doce.
Quanto ao risoto, eu pensava que tinha que ficar mais seco, não sabia que também tinha com caldo.
As fotografias eu gosto muito de ver assim passo a passo, porque como sou meia trapaceira a copiar receitas, assim vejo as fotos e faço á minha maneira, principalmente deste genero de comida, nem precisa apontar quantidades :-)
bjs

Claudia disse...

Clauzinha,

Essas datas são mesmo um stress danado, eu detesto e fico com as mais básicas mesmo, natal e páscoa.

O pudim é totalmente de avó, antes do leite enlatado tomar conta do mercado.

Eu sou a rainha do arroz estufado e adoro carreteiro, claro que imaginava que você adorava carreteiro.

Cris,

Eu acho que as vezes muitas fotos cansa, a postagem fica longa demais e o melhor seria colocar uma receita mais direta com poucas fotos. Mas entendo que vc goste. Muita gente gosta. O pudim é tudo de bom, mais leve, sem gosto de leite de lata.

Marlene,

Que bom que você também gosta das postagens cheias de fotos, mas eu tenho minhas dúvidas. Eu as vezes compro o arbóreo, mas aqui não é tão fácil achar e no fim o arroz de mingau é igualzinho e eu encontro em todo canto.


Belinha,

Obrigada.


Heloísa,

Antes do leite enlatado todo mundo fazia assim e eu acho uma pena que todo mundo faça com leite enlatado já que no fim todos os pudins ficam com o mesmo gosto.

Moranguita,

Obrigada. Essa era a idéia.


Alcina,

O risoto seca totalmente a medida que vai esfriando e fica todo grudado e seco no fim, por isso eu sempre adiciono um pouco mais de caldo ao risoto quando ele está no ponto já que gosto de risoto bem caldulento. E o pudim é sobremesa de mãe mesmo, não?
Eu também sou meio trapaceira na hora das receitas, preciso confessar, tenho a maior preguiça de acompanhar receitas e faço tudo do meu jeito.


Beijos a todas,


Cláudia

cacahuete disse...

Para mim é uma refeição fantástica. Adoro risottos, e este com chouriça deve ser bom e esse pudim, faz a delicias de qualquer um.

Beijinhos

Verena disse...

Claudia, esse tipo de comemoração é capitalismo selvagem, mas na nossa família que sempre morou espalhada no Brazuca, é motivo para estar junto...então sempre comemoramos dia das mães, pais, nivers e etc...tudo para estar perto! Tenho certeza de que sua mãe sabe que você estava com os pensamentos direcionados para ela!
O risoto deve ser bem gostoso, hein? Ainda mais com chouriço picante...hummmmm! E a sobremesa bem a sua cara mesmo!
Beijos!

Gina disse...

Fico admirada quando alguém se dispõe a colocar um passo-a-passo tão detalhado.
Fiz risoto poucas vezes, mas adoro!!! A filha é que faz na maioria das vezes e a gente se delicia.
Voltei do Rio e serão 2 posts seguidos sobre as minhas andanças por lá.
Apesar de preferir os doces, não sou muito de pudim de leite.
Outro dia experimentei um creme brûlée de abóbora e não gostei nadinha da receita...que droga! Lamentei ter perdidoo uma fava de baunilha.
Bjs.

EU MULHER disse...

Estou aqui me babando toda olhando para esse pudim super diferente e também para essa delícia de risoto, humm..
Obrigada pelo passo-a-passo!

Bjs

renoveavida.blogspot.com..br disse...

amei o seu blog muito bem feito e com ótimas receitas ,e olha eu sóestava procurando saber mais sobre o "saco e bode" e te achei,parabens!

renoveavida.blogspot.com..br disse...

espero sempre estarmos em contatoadorei as receitas e saber mais sobre orgânicos,moro no interior de são paulo e fico bem pertinho da natureza,té mais!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...