sábado, 30 de maio de 2009

Tartelettes de maça e banana



Hoje resolvi fazer diferente. No lugar de uma longa postagem com a receita da massa folheada simples e das tortinhas de frutas que eu fiz ontem, eu resolvi dividir em duas e essa é segunda parte da postagem: a execução das tartelettes. Depois que a massa está pronta o processo de execução das tartelettes é fácil, qualquer um faz. Se você preferir usar massa comprada pronta, faça isso e fica ainda mais fácil fazer tartelettes. Como já mencionei algumas vezes, as massas folheadas que vendem por aqui são muito ruins, não são nem ao menos feitas com manteiga, mas com gorduras vegetais de diversas naturezas. Mas se resolver fazer a massa folheada em casa, eu sugiro a massa do Michel Roux que eu publiquei aqui definitivamente pertence a um outro nível de delícia.



Eu resolvi fazer tartelettes de maça com pistache e banana com morangos. Em ambas versões as tortinhas foram assadas sobre uma camada fina de creme de confeiteiro de baunilha e, depois de assadas, receberam uma camada de gelatina de açúcar por cima. A gelatina dá brilho às frutas deixando as tortinhas mais sedutoras, mas também ajuda a preservar a aparência das frutas frescas por mais tempo. Por exemplo, se você faz a torta pela manhã e vai servir no final da tarde, mesmo deixando na geladeira a aparência das frutas fica bem desinteressante. Com a adição da calda gelatinosa de açúcar as frutas mantém cor e aparência por um tempor maior, podendo ser consumida em coisa 24 ou até 48 horas sem alteração do visual.



Depois que a massa está pronta basta abrir a massa e cortar as tartelettes com um cortador de biscoitos grande. Como eu não tenho cortadores grandes usei a boca de uma forminha de porcelana de tamanho médio, a mesma que eu usei para fazer as tarte tatins individuais de manga.


Abra a massa e corte rodelas com a ajuda de um forma...





As rodelas devem ficar com mais ou menos 10cm de diâmetro para que possam carregam uma quantidade interessante de frutas...


Coloque as rodelas numa forma forrada com papel manteiga e coloque uma colher de sopa de creme de baunilha em cada uma das rodelas...


Arrume fatias finas de meia maça em cada uma das tortinhas e asse-as em forno pré-aquecida a 200C por 20 minutos, ou até que a massa cresça nas laterais e fique levemente dourada.


Depois de assadas deixe esfriar totalmente antes de adicionar a calda gelatinosa de açúcar e pistaches picados


Para fazer as tortinha de banana e morango arranje as bananas sobre o creme de baunilha e leve ao forno pré-aquecido a 200C por 20 minutos ou até dourarem.


Depois de assadas deixe esfriar e cubra com morangos picados. A calda de açúcar será adicionada sobre a camada de morangos.


Para o creme de confeiteiro

meio litro de leite
4 gemas
3 colheres de sopa (40 gramas) de amido de milho (maizena)
4 a 6 colheres de sopa (70 gramas) de açúcar
raspas de meia fava de baunilha

Bata as gemas com o açúcar até esbranquiçar. Adicione o amido de milho peneirado e misture para incorporar totalmente. Enquanto isto leve o leite com as raspas de baunilha ao fogo médio e mexa sempre para não grudar no fundo. Quando ferver misture o leite a mistura de gemas, lentamente, mexendo sempre com um batedor para evitar que as gemas talhem. Quando o leite estiver totalmente incorporado as gemas transfira a mistura de volta a panela e leve mais uma vez ao fogo médio mexendo até engrossar. Quando tiver formado um creme grosso retire do fogo, transfira para um pote de vidro e deixe esfriar. Encha as covas com o creme levemente frio, mas não gelado. Cubra com as frutas imediatamente para evitar que o creme endureça demais.




Para a calda gelatinosa de açúcar


1/4 xícara de açúcar
1/2 xícara de água
1/2 colher de chá de gelatina sem sabor em pó

Coloque uma colher de sopa de água num pires, salpique a gelatina em pó e deixe amolecer. Enquanto isso numa panelinha sobre fogo baixo misture as 5 colheres de sopa de água restantes com as 3 de açúcar até derreter o açúcar e começar a ferver. Retire do fogo, adicione a gelatina amolecida e mexa para dissolver a gelatina totalmente. Leve a panelinha de volta ao fogo baixo até ferver e deixe ferver por 1 ou 2 minutos. Retire do fogo, deixe esfriar um pouco, 2 ou 3 minutos e banhe as frutas das covinhas ou qualquer outro tipo de tortinha de frutas.


400 gramas de massa folheada rende 10 tartelettes individuais.

Obs. massa folheada deve ser assada em forno bem quente e pré-aquecido.

6 comentários:

Moira disse...

Cláudia,
Estas tuas duas postagens ficaram fantásticas, acho que já me convenceste a fazer massa folhada :) Ao ver as tuas fotos até parece fácil, embora eu sempre tivesse medo em aventurar-me por esses caminhos.
No final ficaram tão bonitas as tuas tartitas de frutas.
Beijos e bom fim de semana
Moira

Magia na Cozinha disse...

Ficaram super apetitosas!
De fato o acabamento com a gelatina coloca as tartelletes num outro nível.
Gostei do desenho feito com as frutas, uma entrelaçada a outra.
Bjs :)

Claudia disse...

Moira,

Tente ao menos uma vez e depois me diga. Esta versão é muito boa e rápida. Talvez precise colocar uma colherada de açúcar na massa, mas é uma massa fantástica. Eu amo folheados e o problema é que as massas prontas nem ao menos são feitas com manteiga, mas com gorduras vegetais diversas. Pura porcaria. Bj.


Clauzinha,

Sim, a geléia de açúcar por cima fica uma beleza em qualquer torta ou bolo de frutas. Dá uma leve vidrificada, não chega a caramelizar pois o açúcar é apenas derretido na água, por isso fica fácil de usar. Bj.

C.

Carol disse...

Clau, ficaram lindíssimas, uma ótima idéia. Esse brilho em cima dá o tom!! Grande beijo

Luciana Håland disse...

Eu não sei o sabor, mas o visual ficou demais.
Lindas suas sobremesas, deve ser uma delícia.
Beijo

Raquel Santos- Espaço Telheiras disse...

Parabéns pelo Blog, adoro o facto de colocar fotos esclarecedoras. Esta receita parece-me excelente vou experimentar.


Raquel Santos - Espaço Telheiras.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...