domingo, 31 de maio de 2009

Liláses e creme de abacate



Acho que pelo menos metade do meu corpo é feito de abacate. O que eu já comi de creme de abacate, vitamina de abacate e sorvete de abacate nesta vida não é brinquedo não. Abacate com sorvete de creme ou baunilha é uma daquelas sobremesas favoritas da infância. Meu pai sempre amou e minha mãe fazia sempre. Os chatongas dos meus dois irmãos nunca gostaram de abacate e minha mãe fazia mesmo para mim.

Quando eu era criança a nossa casa, e a casa da minha avó, tinham abacateiros. Durante os 12 anos que vivi em São Paulo, cinco anos foram vividos numa casa na Granja Viana com um jardim muito grande onde tínhamos quatro imensos abacateiros. Eram tantos abacates caindo o tempo todo no quintal que a gente não dava conta nem de recolher nem de comer. A moça maravilhosa que trabalhava com a gente em casa levava quilos e mais quilos de abacate para casa. Nessa mesma época uma amiga da gente, que era viciada em colocar caroços de abacates para germinar dentro de copos no apartamento onde vivia, trazia os abacateirinhos dela quando eles já estavam com mais de meio metro de altura. Ela trazia para plantarmos no nosso terreno. Eu distribui mudas de abacateiros para quem queria, mas mesmo assim acho que quando mudamos da Granja nossa casa devia ter pelo menos dez abacateiros. Eu acho que plantamos para mais de seis abacateiros de caroço. E os danados crescem rápido que só vendo.



Eu também amo sorvete de abacate. Quando eu era criança passamos muitas férias de verão em Cabo Frio e Arraial do Cabo onde havia uma rede de sorveterias, que não lembro o nome, onde vendia uma picolé de abacate cremoso maravilhoso. Eu amava aqueles picolés mais do que tudo no mundo e abacate sempre foi um dos meus sabores favoritos. Até hoje eu amo sorvete verde e o sorvete de pistache é um dos meus atuais favoritos. Enfim...

Aqui nesse canto do planeta pouco se come abacate. Muito de vez em quando se encontra algum uso para o abacate fora do rolinho califórnia. As vezes na salada, mas digamos que, salada é um uso muito simplório para uma fruta poderosa como o abacate. A experiência mais complexa com o abacate por aqui é aquela pasta mexicana guacamole que non mi gusta nem um pouco.

Preciso confessar que foi com um certo orgulho que eu "surpreendi" alguns amigos do Per, anos atrás, ao servir creme de abacate batido com sorvete de baunilha e calda de framboesas (as framboesas, essas sim, tinham saído do nosso jardim). Por aqui não há norueguês que não se surpreenda com o meu creme verde denso, baunilhado e levemente doce servido com a calda de frutas vermelhas levemente azeda. Eu acho a combinação do abacate com morangos e/ou framboesas de comer de joelhos (como diz um querido amigo meu). Mas há quem não concorde.



Creme de Abacate

2 abacates pequenos (ou um abacate brasileiro grande)
2 ou 3 bolas de sorvete de baunilha (depende do tamanho do abacate)
2 ou 3 colheres de sopa de leite (a quantidade depende da dureza do sorvete)
1 colher de chá de suco de limão
Açúcar ou mel a gosto (eu não adiciono açúcar, mas há quem goste de mais docinho)

Num processador ou liquidificador bata o abacate com o suco de limão e o sorvete até formar um creme homogêneo. Se usar o liquificador vai precisar adicionar um pouco de leite para ajudar a bater. No processador eventualmente não vai precisar. Mas não bata muito para não formar um creme muito mole. Bata o suficiente para desmanchar o abacate formar um creme verde denso e homogêneo. Sirva imediatamente

Rende 2 a 3 potes de creme.



Calda de morango

100 gramas de morangos lavados
3 ou 4 colheres de sopa de água
3 ou 4 colheres de sopa de açúcar

Pique os morangos e coloque numa panelinha com os demais ingredientes. Leve ao fogo baixo e deixe a mistura cozinhar até que os morangos estejam bem molinhos (cerca de cinco minutos). Passe a mistura por uma peneira e deixe esfriar. Sirva morna sobre o creme de abacate.







As liláses estão impossíveis e eu apaixonadíssima por elas...

16 comentários:

Heloísa disse...

Cláudia,
As flores estão lindas.
E o creme de abacate, ultra-apetitoso.
Também gosto muito de creme de abacate, mesmo sem sorvete, mas nunca provei com calda de frutas.
Já vi o creme de abacate,com sorvete, servido com licor de avelãs, da mesma forma que o creme de papaia é servido com licor de cassis. Uma delícia!
Beijos

Luciana Håland disse...

Cláudia, abacate nunca foi meu forte, mas também não tive acesso quando crianca a receitas legais como essa sua, nem ideias de colocar a fruta em saladas. Lá em casa minha mãe ou pai fazia vitaminha de abacate, e aja acucar, meu paladar não aceitava, daí criei antipatia pela fruta, mas comecei a simpatizar depois de ler esse seu post tão carinhoso.

Essas flores se chamam liláses?
Tenho observado que o lilás tá prevalecendo por aqui, fiz um post agorinha sobre isso, por onde vou as flores em cor lilás estão dando show.

Beijo

Gina disse...

Cláudia, adoro abacate. Com sorvete penso que já dá o teor de açúcar necessário, mas com calda nunca comi.
O abacate tem uma forte ligação com o Brasil.
O abacateiro produz muito mesmo e, fico pensando em todas as pessoas que têm fruteiras em casa, qual o destino que dão a elas. Na minha redondeza, agora é época de caqui, cujos pés estão carregados.
Moro em casa, mas não tenho espaço para árvores, infelizmente.
Continue a mostrar-nos suas flores, porque nunca me canso de admirá-las.
Bjs.

maria fernanda disse...

Oi Claudinha coincidencia ou não ganhei um abacate hj do Ha e vou fazer um abacate p fazer um creme mas sem o sorvete.Aqui nào e tão frio e fica mais calorico tenho lido seu blog e parece q fico perto de vc . sinto saudades Agora esta entrando uma frente fria aqui e esta chovendo mto Adorei as flores s palavras p dizer mta emoção! bjs da prima Fe

Cláudia M. disse...

Cláudia
como é possível que há 2 meses essa terra estava toda branca e agora está nesse maravilhoso esplendor? Que flores lindas, e em cachos enormes!

Olha, estou com curiosidade em relação à temperatura (máxima) que está fazendo por aí. Se se lembrar diga-me, ok?

Quanto ao abacate, estou no seu oposto: só comi uma vez, e não fiquei muito fã... é incrível como os sabores a que nos habituamos na infância têm influência no nosso paladar. Grande parte dos alimentos que experimentei só em adulta, não se compara com aqueles que eu gosto desde criança.
Mas há excepções, felizmente, senão não havia novidades para o paladar :)

Bjs

Magia na Cozinha disse...

Aqui adoramos Creme de Abacate! Ainda não fiz com sorvete ou servi com Coulis de Frutas. Se não nos limitarmos as possiblidades acabam sendo inúmeras.
As vezes coloco chantilly pronto ou granola feita em casa, minha grande favorita.
Em saladas não me atrai o abacate, nunca provei. A Guacamole acho gostosa, mas nunca fiz tb.
Suas flores estão deslumbrantes, é a natureza sorrindo para vcs.
Bjs :)

Carol disse...

Nossa, creme de abacate é muito bom. Fiz num evento e o povo amou e é uma coisa tão simples. Grande beijo

Isabel disse...

Cláudia, tu não páras! Que grande produção de posts. Estás cheia de energia, que bom de ver! Mas também com esses jardins maravilhosos, como não estar animada? Também adoro liláses, aliás acho que não existe nehuma flor no mundo que eu não goste. O teu jardim está o verdadeiro paraíso na terra!
Quanto ao abacate, eu gosto, mas não amo. Mas acho que essa sobremesa deve ser verdadeiramente surpreendente.
Também estou curiosa, tal como a minha irmã para saber as temperaturas que estão por aí!
Bjs

Claudia disse...

Heloísa,

Creme de abacate com licor deve ficar tudo de bom mas eu prefiro com uma calda de frutas mais ácida e meio azedinho para quebrar a densidade cremosa e oleosa do abacate. Com calda de morango ou de framboesas fica uma beleza. Talvez uma caldinha de acerola também fique perfeita. Acho que pede uma coisa ácida... Mas sabe que eu gosto mesmo é de abrir o abacate, derramar um fiozinho de mel e traçar puro. Bj.

Luciana,

Também cresci com minha mãe e meu pai fazendo vitaminade abacate mas só eu gostava, meus irmãos nunca gostaram. Eu amo, não como muito aqui pois além de caríssimo é meio ruim. Compro quando está bom apenas.

As liláses estão uma beleza mesmo. Aqui eles chamam de syrin, que é o nome científico, syringa tree. Vou conferir tua postagem. Bj.

Gina,

Você pensa a mesma coisa que eu. Impossível dar vazão a produção de abacate. É puro desperdício. Dava para alimentar meio planeta com os abacates da minha casa (risos). E abacate é ultra saudável.

Sim, aqueles abacatão enormes de pele fina e verde intenso são cara do Brasil. Aqui o que se acha são uns abacatinhos micropequenos, do tamanho de mangas carlotinhas e com uma pele ultra grossa e escura. Fazer o que? Morrer de fome moral?

Bj.

Fernandinha,

Minha querida, obrigada. Saudades de tudo. E aquela casa na Granja aiiii!!! Beijos.

Claudia e Isabel,

Reconheço que abacate é um sabor complicado, mas vale a pena. É uma fruta muito saudável, com óleos poderosos, mas muito gordurosa, por isso difícil.

Ontem fez um dia ultra quente aqui, fez 20C e foi uma maravilha. As crianças desceram para a praia e se divertiram mas a água do fiorde está muito fria ainda.

Semana passada choveu dois dias inteiros e a temperatura caiu para 8C e 10C. Hoje está 14C e o sol está raiando. Mas 14C é quente, enquanto 14C no Rio é o maior frio do mundo. Aqui é muito seco então ajuda.

Se o sol continuar a raiar a tarde começa a esquentar mas a noite a temperatura sempre cai. O sol aqui faz toda a diferença. Sem sol faz o maior frio, mesmo no verão. A noite fomos andar eu eu coloquei bota e casaco já que quando o sol começa a baixar esfria. Aqui é um verão muito específico. Mas calor, calor, só faz durante duas ou tres semanas em julho. Bj.

Clauzinha,

Eu amo abacate com um fiozinho de mel e granola. Como sempre que acho abacates bons. Gosto muito de abacate com salada mas não gosto de guacamole, acho aquilo muito esquisito. Não gosto muito de comida mexicana... Uii, vão me matar agora.

Sim, as flores são uma alegria. Bj.

Carol,

Pena que escureça tão rápido, se não colocar limão fica preto rapidinho. Beijos.

Isabel,

Concordo com você. Acho que gosto de todas as flores do mundo. Sabe, eu detesto amarelo, a cor amarela, não tenho nada amarelo na minha casa ou no meu guarda-roupas mas no meu jardim em compensação, é cheio de amarelo. Só as flores para me fazerem gostar de amarelo, e as frutas, claro.

Durante o final de semana eu sempre tenho mais tempo de fazer postagens. Sempre na correria, mas faço. Bj.

C.

Alcina disse...

Olá Claudia
Eu só comi abacate uma vez e achei meio gordo!!não sabia destas possibilidades todas, agora fiquei tentada a experimentar.
Quanto á sua história dos abacateiros no jardim fez-me lembrar duas, a primeira é que quando estivemos em petropolis na casa do santos drumond tem uma abacateiro enorme no jardim e minutos depois de nós subirmos ouvimos um grande estrondo e fomos ver o que era foi um ramo da árvore super carregada que caiu, por pouco não apanhavamos com ela em cima heheh.
A segunda é que eu também tenho mania de plantar caroços de frutas exoticas na esperança de que cresça alguma coisa e o abacateiro foi a unica até agora que cresceu, mas morreu no vaso, agora que temos uma quinta vou voltar a plantar :-)
bjs

Sarinha disse...

Cláudia, quanta foto linda!
Adorei esse creme com abacate! Acho um fruto delicioso!
Bjos

Moira disse...

Pois, eu adoro abacate, pena ser tão calórico, tenho que experimentar a tua versão com morango.
As flores estão fantásticas, adorava viver numa casa térrea para poder ter um jardim, no apartamento só posso ter uns vasinhos.
Bjs
Moira

Noémia disse...

Adorei a sua foto da árvore de flores cor-de-rosa no ínicio do seu blog, vim apaixonada por elas dos Estados Unidos.
Depois fiquei rendida ao seu creme de abacate com doce de morangos. Acho que vou experimentar amanhã mesmo, com uns abacates madurinhos que comprei e estavam a aguardar inspiração. Foi uma luzinha que me trouxe ao seu blog, logo hoje!
Inveja foi ler que os seus abacateiros cresciam logo e "pegavam" até do caroço.Era o clima...eu tento em vão ter uma árvorezinha que seja, lá na minha quinta! Vem o frio e queima todas!
Estou com fé numa já grandinha que plantei este Janeiro. Vamos ver!

Verena disse...

Lembrei-me da nossa casa quando eu era pequena, também tínhamos abacateiro e eram várias invenções com os abacates: Vitamina de Abacate, Amassado com limão e açúcar, Picolé de Abacate, Sanduiche com Abacate e para não dizer que não falei dele...Guacamole. Mas o que eu adorava era fazer uma máscara para o cabelo: abacate e mel batidos no liquidificador. Fica lindo!!!
Beijos!
Suas flores estão um desbunde!

Mari disse...

Querida, seu post me lembrou demais a minha infância... quantas e quantas vezes comi creme de abacate na casa da minha avó materna? Nossa, que delícia de nostalgia... =D
Amei a idéia de acrescentar ao creme a calda de morango... assim, nunca fiz, mas com certeza experimentarei!!
Suas flores estão fabulosas... que fotos fantásticas!!!
Super beijo

Mari

Glau disse...

Clauzinha, olhas qtas pessoas lembraram de suas histórias..
Eu tbém tenho a minha! minha mãe fazia pra gente bem batidinho com açúcar e limão.. eu só gostava da parte do açúcar e limão! a consistência do abacate nunca me agradou tanto.. mas como! não com mto gosto, mas como! mas vc sabe que eu gostei da idéia de bater com sorvete de creme.. deve ficar bem cremosão!

bjos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...