domingo, 20 de junho de 2010

Pastel de nata de chocolate...




Porque hoje é domingo, porque fez sol (mas nem por isso fez calor), porque eu estava feliz, porque a minha geladeira estava cheia de massa folheada que eu fiz ontem, porque eu amo pastel de natas, eu decidi fazer estes pastéis de nata de chocolate para evento da Ana Khadija do blog Eu Mulher. Foi a primeira vez que eu fiz pastel de nata em versão chocolate e, para ser honesta, eu achei esta versão ainda melhor do que a tradicional. A crianças enlouqueceram, sério!



Pastel de nata é um dos meus doces favoritos, e doce favorito do meu pai também. Faz todo sentido eu amar pastel de natas já que eu sou uma apaixonada por creme e pudins de gemas e nada mais natural. Mas um pastel de nata de chocolate com massa folheada feita por mim e chocolate amargo com 60% de cacau ficou realmente muito especial. Está na dúvida? Faça e confira você mesma. Eu não recomendo massa folheada comprada pronta nem para o meu pior inimigo, mas se você gosta, use. Se puder faça você mesma a sua massa folheada e aqui eu tenho uma receita bem simples e rápida ...




A textura do recheio ficou do jeito que eu gosto, bem cremosinha por dentro, nada seca e a massa cozinhou no ponto exato, nem a mais, nem de menos, apesar de ter ficado apenas levemente dourada ficou crocante e esfarelenta como deve ser. O único problema que eu tive é que ainda não consegui achar a espessura ideal da massa. A última vez que fiz pastel de nada eu achei que a massa ficou fina demais e por isso quebrou com facilidade. Como a massa deve ser enrolada, fatiada e cada fatia depois deve aberta as camadas de massa vão quebrar com mais facilidade depois de assadas se estiverem finas demais. Por isto, desta vez eu cortei a maior parte das fatias mais grossas mas achei que o resultado final ficou um pouco grosso demais, mas fica melhor do que fino demais...




Pastel de nata de chocolate


400 gramas de massa folheada caseira
200 ml de creme de leite (natas)
200 ml de leite (usei desnatado)
100 gramas de açúcar
4 gemas
2 colheres de sopa rasas de amido de mandioca, use amido de milho se preferir
1 colher de chá de extrato de baunilha
80 gramas de chocolate meio amargo (usei com 60% de cacau)

Como:

Primeiro prepare o creme de chocolate e deixe esfriar levemente enquanto você prepara a massa para forrar as forminhas.

Coloque as gemas, o açúcar e o amido numa panela de fundo grosso. Usando um fouet ou uma colher de pau bata os ovos com o açúcar e o amido para incorporar sem deixar fomar pelotas. Adicione o creme de leite e mexa bem para incorporar. Por fim adicione o leite e mexa um pouco mais. Leve a panela ao fogo médio e, mexendo o tempo para não deixar queimar no fundo, deixe que a mistura ferva até engrossar. Assim que a mistura ferver e começar a engrossar retire do fogo e adicione o chocolate picado à mistura quente e mexa vigorosamente para que a mistura derreta o chocolate. Mexa virando de baixo para cima e depois de cima para baixo para ter certeza que todo o chocolate foi derretido, que não há pedaços e que a mistura está homogênea, sem nenhuma parte do creme de baunilha por baixo. Adicione o extrato de baunilha e mexa mais um pouco. Quando o creme de chocolate ficar totalmente homogêneo deixe esfriar.

Unte 12 formas de empada ou de muffin e reserve. Abra a massa folheada até formar um retângulo com cerca de 50X30cm e com cerca de meio centimetro de espessura. Divida a massa ao meio em duas partes iguais. Coloque uma parte em cima de outra e enrole as duas massas até formar uma torinha com 4 a 5cm de diâmetro. Corte fatias com cerca 1 cm de espessura da tora de massa e abra cada uma delas até formar um círculo com cerca de 10 a 12 cm de diâmetro. Coloque o círculo dentro da forma, deixando uma borda de massa para fora da forma. A massa vai encolher e o recheio vai inchar durante o cozimento e por isso é bom deixar uma margem para fora mesmo.

Asse por 15 a 20 minutos em forno prée-aquecido a 190C ou até que as bordas e a cobertura comecem a ficar dourandas.

Rende 12 unidades


As fatias de massa antes de serem abertas...


As fatias de massa depois de abertas e já colocadas nas forminhas...

Encha a forma com o creme de chocolate mas não encha demais, encha mais ou menos 2/3 da capacidade da forma pois o recheio vai borbulhar e inflar e se estiver cheio demais vai transbordar recheio para for adas forminhas. O problema de transbordar é que além de não ficar um resultado muito bonito ele ainda gruda na forma e dificulta na hora de retirar pastéis sem quebrar.



Deixe os pastéis esfriarem um pouco antes de remover das forminhas e deixe-os esfriar totalmente antes de servir eu não gosto de pastel de nata quente, acho que fica bem mais gostoso frio...


O recheio de alguns pastéis transbordaram um pouquinho durante o cozimento, apesar do meu cuidado para evitar isso, mas não foi muito e deu para remover os pastéis das forminhas sem problema, mas no fim o pastel fica com uma "linguinha" de recheio transbordado pendurada para fora...

14 comentários:

Gina disse...

Finalmente, vejo você participando do evento da Ana! Justo no que não aderi...
Quando penso em massa folhada, sempre lembro de você.
Para quem gosta de chocolate, taí uma receitinha pra saborear e repetir.
Boa semana!

Magia na Cozinha disse...

Eu nunca comprei massa folheada pronta e tb nunca fiz em casa, mas não tenho dúvidas de que a caseira é muito melhor.
Ficaram ótimos para aqueles dias de PMS, quando bate aquela fominha de chocolate.
Parabéns pela participação. A Ana vai adorar tb!
Bjs :)

Eu Mulher disse...

Adoraria ter espaço e tempo para fazer uma massa folheada com sua receita, mas por enquanto vou ficando só na vontade,rsrss.
Essa última foto deu para perceber que a massa ficou super apetitosa e que combinou perfeitamente com oc chocolate.
Adorei a sua participação, muito obrigada!

Beijos e ótima semana.

Dani disse...

Ir àquela pastelaria em Belém comer os pastéizinhos saídos do forno é uma experiência única, vou te contar. Adoro.
Esta versão deve ter ficado uma coisa também, quem sabe, quem sabe, ando tão enfurnada de trabalho e pensamentos que não tenho feito quase nada de novo.
Adorei a releitura!
Que bom que o sol te deu um certo alento, uma hora ele esquenta - aqui esquenta e esfria, para variar!
Um beijo!

Cláudia M. disse...

Que delícia, Cláudia. Apesar de eu gostar muito dos pastéis de nata "verdadeiros" (os de Belém) eu ia comer uns quantos desses teus com chocolate, de certeza! :)
Só não concordo que essa massa folhada seja fácil de fazer, eu acho a maior complicação! :( Tenho vontade de experimentar, mas acho uma empreitada e tanto...
bjs

Isabel disse...

Agora fiquei com vontade de provar esses pasteis de chocolate. Eu amo de paixão os tradicionais, de preferência com canela e açúcar, mas provaria esses agora mesmo no meu lanchinho. Estão lindos :)
Bjs

isabel disse...

Olá Claúdia,
Estou surpreendida com a genialidade desta receita! Vou mesmo experimentar! Que excelente proposta!
beijinho e boa semana.

Carol Trostli disse...

Meudeusducéuuuuu que maldade.. ai me deu agua na boca...
beijos

Belocas disse...

Adoro pasteis de natas. São talvez os bolinhos que como com mais frequência fora de casa. Estes, feitos com chocolate estão uma verdadeira tentação.
Simples e super gulosos.
Bjs

Tida Vieira disse...

Claudia, adoro vir até à sua cozinha. Tem coisa boa sempre.
Que bom você se juntou a nós no Alquimia. Eu já fiz a sua receita de massa folhada, lembra? Eu levei a torta de camarão que fiz para o aniversário da miha filha. Não pude colocar o blog porque não tirei a foto depois de assada. Esta sua massa é perfeita.
Estes pasteizinhos com certeza ficaram deliciosos.

Claudia disse...

Gina,

Evento com chocolate é difícil de não participar, escrevi isso para a Ana, mesmo que não seja fácil cumprir prazos...

Clauzinha,

Eu adoro massa folheada mas as compradas prontas são um atentado ao paladar e a saúde, puro óleo vegetal, não há nem sombra de manteiga no sabor. Eu não como todos os dias, claro, mas quando como gosto de sentir o sabor da manteiga... Espero que a Ana tenha gostado!

Dani,

Olha, este pastel está longe de ser autêntico, muito pelo contrário, mas ficou bom demais, as crianças devoraram tudo num piscar de olhos. Doze não deu para nada... O tempo aqui está uma tristeza, o sol vem dar o ar da graça uma horinha e some, domingo ficou por mais tempo mas a temperatura não subiu de jeito nenhum. É o pior verão de todos os tempos...

Cláudia,

querida, eu também adoro os verdadeiros, você não imagina quanto, por isso invento de fazer minhas versões em casa. O de chocolate ficou muito bom, melhor do que eu esperava acho que porque o chocolate sueco que eu usei ajudou! Mas sabe que fazer massa folheada é uma diversão para mim? Eu adoro, tem que curtir...

Isabel,

Será que ninguém faz pastéis de chocolate em Lisboa que você possa provar? Procure que deve haver... ou será que ninguém ouça alterar uma receita de sucesso como o pastel de nata?

Isabel.

Nada de muito complicado, basta adicionar uns quadrados de chocolate ao creme de natas quente e o resto é idêntico...

Carol,

Ficou tudo de bom, um sonho mesmo, as crianças atacaram e já pediram para fazer de novo. Preciso esperar pois massa folheada é muito calórico para servir todas as semanas.


Belocas,

Pastel de nata sempre foi muito comum lá em casa, meu pai adora e trazia para casa uma bandeja de uma confeitaria portuguesa no centro do Rio chamada Cavé. Como eu gostava...

Tida,

Claro que lembro da tua torta, pena que não deu foto. Experimente fazer os pastéis de nata, são tão mais fáceis de se fazer, vale a pena...

Beijos para todas,


Cláudia

Priscila Beneducci disse...

Pastel de Nata de Chocolate, que delicia! Não conhecia.

moranguita disse...

nunca me tinha lembrado de pasteis de chocolate
eu amei
beijinhos

Artesanato feito a mão disse...

flor seu blog de uma delicadesa...incrivel...bjim me visite tbm...bjim