quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Silenciando o cansaço com geléia de pera, baunilha em fava e romã



Nossa que silêncio por aqui. Não planejava me ausentar por tanto tempo, simplesmente aconteceu. Como já mencionei algumas vezes antes, final de ano é uma loucura em minha vida já que entre 2 de dezembro e 2 de janeiro temos, além do natal e do ano novo, dois aniversários de criança para comemorar. O primeiro aniversário já foi e agora Tormod tem 11 anos, está tão crescido e já exibe alguns sinais típicos de um pré-adolescente. Que medo! Fora as festas de casa há muitas festas ao redor da cidade e a escola é a que mais demanda meu tempo e meu trabalho. Oficinas, ensaios, peças, apresentações de violino, coral, enfim, não há como escapulir.



Tudo o que eu queria era que ainda faltassem 2 meses para chegar dezembro. Meus projetos pessoais estão no final da lista de prioridades e o ano vai acabar sem que eu tenha conseguido chegar nem perto de concluir minhas prioridades. Entre outras coisas que povoam minha cabeça está o encontro em Copenhagem e as questões relativas a mudança climática. Não vejo esperança num acordo decente. Os países que precisam se responsabilizar pelos danos causados ao planeta estão mais preocupados em dividir a responsabilidade na redução das emissões do que em assumir sua própria culpa e responsabilidade. As informações que vazaram recentemente não me surpreendem em nada mas me deixam muito preguiçosa em relação a isso tudo. O cinismo dos países desenvolvidos é chocante.



Mas estamos de volta, silenciei o cansaço que me tomava e vamos ver se retomo o ritmo de antes. As tarefas além-blog são muitas, mas o blog é uma prioridade, uma fonte de alegria e de sanidade. Durante a semana que passou muitas foram as peras que sobraram na fruteira e amadureceram rápido demais, a saída foi uma geléia de peras feita sem açúcar, adoçada com suco de maça, mel e "temperada" com raspas de baunilha e polpa de romã... Eu adorei, foi uma revelação. Para servir com um queijo Graddöst norueguês que é o queijo que mais se assemelha aos queijos curados brasileiros. Comprei o Graddöst para fazer pão de queijo com o polvilho que ganhei de presente, vamos ver se rola.




Geléia de pera, baunilha e romã

8 peras grandes descascadas e picadas (cerca de 1,2 a 1,5kg)
150 ml de suco de maça
125 ml de mel
polpa de uma romã grande (processada e peneirada)
uma fava de baunilha


Como:

Coloque as peras, o suco de maça, as raspas da baunilha e a fava vazia numa panela de fundo grosso e cozinhe por cerca de 20 minutos em fogo médio, mexendo de vez em quando. Quando as peras estiverem macias, mas não totalmente desfeitas e transparentes, retire do fogo e adicione a polpa de romã e o mel. Volte ao fogo, deixe ferver e cozinhar por cerca de 15 minutos ou até que a geléia e reduza bastante e forme uma massa densa de textura uniforme.

Rende de 800ml de geléia




Eu amo comer este tipo de doce com queijo fresco mas, infelizmente, não há queijo fresco do jeito que eu aprecio por aqui. Vou ficando com o Graddöst
por enquanto mesmo que é melhor do que nada!

12 comentários:

Mari disse...

Querida, teus posts fazem uma falta danada... é sempre bom saber de você também! Fim de ano é uma loucura mesmo... aqui, não temos festas de criança (visto que a Isa é de outubro, e o Alberto será de março), mas tem o fechamento do fim de ano forense, os preparativos para natal e ano novo, e todas essas correrias.
Essa geléia ficou fabulosa! Também adoro comer uma geléia caseira (ou doce de leite) com queijo fresco... quem sabe eu não me aventure a fazer em casa?
Bjo grande,

Mari

Tatiana disse...

Que bom que achou um tempinho para retornar. Sentimos falta da sua poesia!
Essa geléia deve ter ficado incrível!!!
Bjs

♥ mesa para 4 disse...

Vida agitada, não...que bom :D está uma delícia o teu doce :*

Gina disse...

Foi um tempo longo dessa vez, mas tem hora que não dá mesmo para se dedicar ao blog, apesar de tão prazeroso, não é?
A romã conferiu uma cor bacana ao doce.
Parabéns ao Tormod!
Bjs.

Isa Lourenço disse...

A minha vida se parece com a tua (Natal, Fim de Ano e asseguir os aniversários dos filhos em Janeiro a 8 e a 23)


Mas mesmo assim, ainda deu para fazer essa geleia deliciosa!!!

Bjocas

cacahuete disse...

Este doce só por não ter açúcar já vale nota 10. Deve ser bem bom e com uma belo de um queijinho melhor ainda. Adorei a sugestão para aproveitar as peras maduras sem gastar açúcar.

Beijinhos

Verena disse...

Claudia,
apesar da correria e compromissos que bom que conseguiu um tempinho para postar e nos deixar essa receita que parece deliciosa, bem comfort food! O queijo me deixou curiosa!!!
Um beijo grande e parabéns aos aniversariantes!

Lau Verrengia disse...

Que bom que voltou. Eu também voltei, meu blog ficou fora do ar um tempo porque eu estava fazendo umas mudanças nele, agora estou com um novo endereço:

http://baunilhaechocolate.com

Parece deliciosa a geléia de pera. :)

Magia na Cozinha disse...

Adorei a idéia desta geléia sem açúcar, muito legal mesmo.
É uma pena que eu não tenha lido o seu post antes de ir ao mercado hoje, pois as peras estavam bem baratas e eu teria trazido algumas extras para esta receita.
No final do ano todo mundo fica numa correria louca. Aqui, ao contrário, estamos até parados demais para o meu gosto.
Obrigada pelo comentários no blog, mas especialmente pelo do aniversário do Magia, gostei muito!
Bjs :)

Isabel disse...

Cláudia,
Também estou sem fé na Cimeira. Como sempre, os "ricos" não querem assumir a sua culpa e aceitar que têm que ceder mais. Uma desilusão e uma vergonha!
Mas enfim, temos aqui uma geleia de pêra linda de morrer e um queijinho norueguês com muito bom aspecto, valha-nos isso! Já estavamos com saudade dos seus posts :)
Bjs

Alcina disse...

Claudia tenho-me lembrado de você por causa das peras :-) por aqui estão bem baratinhas e boas :-)tenho que ver se procuro algo por aqui para experimentar.
Esta sua geleia tem optimo aspecto :-)

Tiago Lopes disse...

Hum, que belo casamento! Gostei...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...