quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Doce de Abóbora de outubro



Doce de abóbora é um daqueles doces que infelizmente não tenho chance de fazer ao longo do ano por aqui, apenas nos últimos dias de outubro e para ir comendo enquanto não acaba. Achar abóbora por estas bandas é um problema. Além de caríssimas, tudo aqui é muito caro, elas são muito pequenininhas e bem sem graça. No entanto, antes do Halloween, que é uma data que os noruegueses também celebram, as abóboras abundam e então as grandes 'pumpkins' aparecem. As abóboras de Halloween são da Dinamarca e plantadas para serem vendidas apenas esta época do ano.



E o que antes era caro fica barato pois eles só vão usar a abóbora para fazer buracos e colocar velas dentro. Noruegueses não comem abóbora em geral, apenas brincam com elas no Halloween. As abóboras que vendem nas lojas daqui ao longo do ano são para imigrantes, e claro vendidas em lojinhas também de imigrantes. Um quilo de abóbora custa, ao longo do ano, de R$ 15,00 a 20,00. Mas pode custar mais, não é incomum. Eu acho muito.





Em tempo de Halloween as abóboras são vendidas a unidade e hoje eu comprei uma abóbora inteira, madura, fácil de cortar com pelo menos 8 quilos por R$ 10,00. Uma pechincha. E tenho planos para usar ela todinha. Comecei com o doce, vou fazer um risotto de abóbora com queijo, mousse de abóbora e sopa de abóbora. Acho que aí já tá suficiente. Todos os anos, desde que mudei para cá, faço uma seleção de pratos com abóbora no fim de outubro, é a chance que eu tenho para matar a saudade de tantos pratos. Como estou sem carne seca, nada de carne seca com abóbora este ano. Quem sabe ano que vem.



O doce ficou bom, mais leve já que usei apenas canela em pau, uma fava de baunilha e pouco açúcar. Para acompanhar meu doce usei fatias do queijo Gräddost, um queijo sueco que é o mais parecido que há com o queijo de minas, mas é mais salgado é não é tão leve como o de minas, mas a aparência é muito semelhante a do minas curado. A abóbora não é igual a brasileira de jeito nenhum. Ainda que a casca seja bem cor de abóbora, por dentro elas são mais amarelas e o doce fica amarelado. Outro detalhe é que a abóbora não se desfaz e o doce não fica aquele creme que a gente está acostumada. A abóbora mantém a forma e parece vitrificada. Fica uma coisa linda. Meus ex-sogros adoram doce de abóbora assim, tipo compota, mas lembro que em São Paulo ele sofriam para achar uma abóbora não se desfizesse toda depois de cozida.



Como os dias estão muito curtos as fotos do meu prato de doce ficaram péssimas. Eu gosto de usar luz natural e por isso amanhã vou fazer outras fotos.



Doce de Abóbora com canela e baunilha



Receita:

3 xícaras de abóbora cortadas em cubos
2 xícaras de açúcar
3 a 4 xícaras de água
2 pedaços de canela
1 fava de baunilha


Ferver a água com o açúcar, canela e baunilha até o açúcar derreter e começar a formar uma calda. Coloque as abóboras nesta caldinha e cozinhe-as até ficarem vitrificadas e bem macias, mas sem desfazer. Retire as abóboras com uma escumadeira e transfira para um pote de vidro. Então cozinhe a calda em fogo alto um pouco mais até reduzir pela metade e a calda ficar levemente carameliada. Penere a calda e sirva com o doce acompanhado de queijo.








Servida com fatias de queijo Gräddost sueco

3 comentários:

Heloísa disse...

Claudia,
Em primeiro lugar muito obrigada pela sua visita ao meu blog. Adorei.
Sou vovó de uma menininha linda de 2 anos e 3 meses, Isadora. Você pode ver fotos dela no meu blog. Aliás, no texto que postei em 16 de julho ela está no colo da mãe, minha filha que é jornalista (Priscila).
Quanto ao doce de abóbora, também gosto muito. Tanto o pastoso, como em pedaços. Tenho uma receita que é ultra-fácil.
Beijos

Leonor de Sousa Bastos disse...

Tão bom...doce de abóbora!:)
Eu adoro!!!...e com um queijinho a acompanhar, uma delícia!

Aí deve ser tudo muito caro mesmo!
...a minha irmã vivia em Copenhaga até ano passado e lembro-me bem de pagarmos 50 euros por 2 sandwiches e 2 bebidas!... Um exagero!

Também já estive ainda mais pertinho, na Suécia, e lembro-me de ficar chocada com o preço da fruta!
Só mesmo com um "ordenado nórdico"!!...

Magia na Cozinha disse...

Adoro Doce de Abóbora! Me lembra minha infância. Minha avó faz super bem. Que saudades...
Bjs :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...