quarta-feira, 25 de maio de 2011

Cerejeira em flor para um blog muito especial...



Ufa, voltei. Estava com muitas saudades daqui. Eu poderia ter voltado antes mas o blogger decidiu dar pau exatamente no momento em que eu tentava publicar uma postagem de retorno. E aí, é assim: se naquele momento não deu para publicar, ficou difícil achar outro depois e, por isso, só agora. Voltei com vontade, com saudade, voltei inspirada pela última postagem do blog She Who Eats. A postagem da Chika, que faz o blog She Who Eats, me encheu de vontade de fotografar, de sentar e de escrever. O blog da Chika é, na minha opinião, o mais interessante dos blog estrangeiros de comida. Se vocês ainda não tiveram a oportunidade de conhecer o She Who Eats clique no link deixe-se levar.




Eu já escrevi sobre o She Who Eats antes, sobre os sorvetes sem máquina que a Chika faz. Ela parece que fala para gente como eu, aquela espécie estranha que adora postagens gigantescas. Sim, eu estou neste grupo que gosta de postagens cheias de conteúdo, cheinhas de textos e de fotos. E a Chika adora uma postagem longa. Para quem não a conhece, ela é japonesa e vive em Nagano. Ela é uma apaixonada, entusiasta da boa comida, das aventuras culinárias, da qualidade, da comida sazonal e vê beleza em todas as coisas. Chika tem um paladar razoavelmente ocidentalizado o que pode-se ver nas receitas de sobremesas que ela publica, ainda que sempre com estilo totalmente japonês.



Entre outras coisas a Chika é uma fiel usuaria de mel, do chocolate branco, do doce de leite, dos sorvetes e usa mel em praticamente todos os doces que faz (ela faz até doce de leite com mel). Para me agradar não precisa de mais nada. Mas o blog dela é muito mais do que doces. Há viagens, há festas, há celebrações, há diferença e muito mais. A delicadeza das fotos e das produções eu credito ao estilo japonês da Chika. Ela recentemente foi finalista, mas não ganhou o prêmio de melhor blog de sobremesa na eleição da revista Saveur. Eu inclusive votei nela, mas não foi dessa vez.





A Chika escreve, na minha opinião, as postagens mais lindas dentre todas as postagens produzidas e publicadas em blogs de comida. Siga os links e delicie-se com algumas das minhas preferidas, em inglês, o que é muito melhor do que em japonês, não?

Doce cor de rosa e um pouquinho de sal
Sobre o final do começo do verão e uma viagem à Europa
Chocolate e amor
Sorvete e bolo de lichia
Uma estação e sorvete de cerejas
Japão e um sorvete de melão
Sorvetes de manga e outras sobremesas.
Uma viagem a Tasmânia
Macieiras ao amanhecer




Doce rosa e um pouquinho de sal é uma postagem única, a melhor que ela já produziu nos últimos tempos. Essa entrou no topo do ranking de melhor postagem de todos os tempos. Chika mostra mais uma vez receitas com extrato de flor de cerejeira, diversos usos para o açúcar de flor de cerejeira e para a flor seca e salgada. O extrato de flor de cerejeira é um produto muito característico do Japão. Com ele faz-se uma série de receitas muito típicas ainda que nem todas elas agradem a Chika que acha que os japoneses exageram e o sabor de flor fica muitas vezes forte demais, como ela mesma descreve.


Nessa postagem ela apresenta as possibilidades de uso deste ingrediente tão japonês em receitas típicas de diversas cozinhas européias. Então são scones, tartelettes, panna cotta, gelatina, muffin, crêpe, cheese cake, donuts, biscoitinhos amanteigados em meio a uma seleção de pratos bem japoneses que inclui doces e salgados com direito a bentos com gohan passado no pó de flor de cerejeira. Chika é uma fonte de idéias, de inspiração e de referência maravilhosa.



E, inspirada pela Chika, eu decidi ir ao meu jardim fotografar a minha cerejeira que tinha acabado de florir. O céu estava nublado, não havia muita luz e eu aumentei a exposição das fotos para obter estourar um pouquinho as fotos, mas eu gostei do resultado. Foi ótimo parar um pouco, olhar para aquelas flores cor de rosa tão lindas e que eu gosto tanto, pensar no mundo de coisas que pode-se fazer com elas. Eu adoraria colher, secar e salgar, colocar no alcool, fazer extrato e experimentar. Talvez no próximo ano... Se um dia eu preparar meu próprio extrato de flor de cerejeira eu mando um vidrinho para a Chika brincar, sem dúvida.

4 comentários:

Talula disse...

Claudia, ler os teus textos é um prazer sem tamanho... :)

Claudia disse...

Talula, obrigada.

Eu me divirto escrevendo o blog e não quero deixar de fazer isso jamais, me faz um bem, são textos muito pessoais e sentimentais, cheios de Cláudia por todos os lados.

Beijo,

Claudia

Cristina disse...

Adoraria ter uma cerejeira bem aqui no meu humilde quintal, são maravilhosas as flores!
E com certeza farei visita ao blog mencionado, mesmo que seja todo em inglês! as vezes não é preciso entender as palavras!

Claudia disse...

Cristina,

Faça uma visita ao blog da Chika sim, ele é repleto de imagens lindas e dá para traduzir os textos via google, ainda que as traduções do google em geral sejam bem esquisitos.

Investigue que pode ser que haja uma cerejeira que possa ser plantada na tua casa...

Abs,

Claudia