terça-feira, 6 de outubro de 2009

Nosso pudim de arroz



Como mencionei ontem, a semana passada foi corrida e super cheia de atividades o que me deixou bem cansada. Domingo a tarde eu pedi ao Per para fazer um mingauzinho de arroz para nos agradar. Ele ama um mingau feito com arroz tipo arbóreo e eu também. O mingau nós comemos quente, com canela e açúcar (ele adiciona manteiga, ui!). As sobras viraram pudim de arroz, ou melhor, uma mousse de arroz maravilhosa de se comer fria mas com caldas quentes. Já publiquei um pudim de arroz neste blog antes e me lembro que escrevi algo sobre como os noruegueses são loucos por seus mingaus que é um prato tradicional servido no almoço da véspera de Natal.



Diz a lenda que deve-se deixar um prato de mingau de arroz (risgrøt) para o Jule Nissen, o papai noel norueguês, na porta de casa na véspera do Natal. O pudim de arroz, um pós-produto do mingau, também é uma sobremesa tradicionalmente servida durante o Natal. É a sobremesa oficial das festas de Natal de firma e se encontra em todo canto. Per adora com calda de framboesas e eu fiz a calda que ele gosta. Mas como eu não gosto muito de calda de framboesa eu também fiz uma calda de chocolate que arrebata multidões, esta para me agradar. O resultado é tudo de bom e é uma pequena refeição já que eu dividi nosso pudim em quatro potes grandes apenas, para não ter repetição.



Pudim de arroz com calda de framboesa


300 gramas de arroz tipo arboreo
2 a 3 litros de leite (se preferir bem al dente vai usar menos leite e se preferir mais macio usa-se mais)
Canela em pau (opcional)
Uma fava de baunilha (opcional)
2 a 3 colheres de sopa de açúcar (use mais se desejar)
300 ml de creme de leite fresco

Como:

Cozinhe o arroz sem lavar em um litro de leite com um pedaço de canela em pau as raspas de uma fava de baunilha em fogo médio numa panela de fundo grosso para não grudar. Mexa sempre até ferver e começar a cozinhar o arroz, o leite vai reduzir bastante, adicione então mais leite, um copo de cada vez, evitando que o arroz seque demais. Para evitar que grude no fundo mexa o tempo todo com uma colher de pau e adicione mais leite, a medida que o mingau vai engrossando, exatamente como um risotto. Quando o arroz estive cozido, 'al dente' deverá estar pronto, se queiser mais macio cozinhe mais um pouco adicionando mais leite para não deixar secar. Se quiser o mingau com bastante líquido deve-se adicionar mais leite, se preferir mais grosso deixe o leite reduzindo por mais tempo. Exatamente como o risotto, o mingau de arroz deve ser servido imediatamente depois de pronto para ficar bem molhadinho. Uma vez frio o mingau vai secar e endurecer.

Sirva com canela em pó e açúcar, fica muito parecido com o nosso arroz doce.



Para o pudim:

Deixe o mingau esfriar e ele vai endurecer e grudar totalmente. Quando for fazer o pudim bata o creme de leite em ponto de chantilly com as duas colheres de sopa de açúcar (se você não adicionou fava de baunilha ao leite adicione uma colher de chá de extrato puro de baunilha ao creme de leite). Misture pedaços do mingau de arroz que foi cozido no leite com o chantilly aos poucos, usando um garfo para desenbolar o arroz e não deixar gomos de arroz embolados no meio do creme. Misture totalemnte mexendo suavemente até formar um creme homogêneo sem bolotas de arroz. Divida em potes e deixar gelar. Sirva com calda de frutas, calda de chocolate ou geléias. Deve ser servido gelado e fica melhor com uma caldinha quente.

Você pode adicionar uma série de aromas e ervas ao mingau e ao pudim como: amburanas, cardamomo, cravo, raspas de laranja ou limão, gengibre e por aí vai. Eu gosto de cozinhar o arroz com baunilha e canela apenas pois gosto de sabores mais suaves.



Calda quente de framboesa

(Use a fruta que preferir mas nós aqui estamos cheios de framboesas no freezer)

2 xícaras de framboesas (descongeladas)
Meia xícara de açúcar
Uma ou duas colheres de sopa de água fria

Bata as frutas, o açúcar e água e depois peneire bem. Descarte os sólidos e coloque o purê numa panelinha de fundo grosso em fogo médio cozinhe até ferver. Deixe ferver por uns cinco minutos e desligue. Sirva quente ou fria sobre o pudim de arroz.




Calda de Chocolate quente

120 gramas de chocolate meio amargo, usei um com 44% de cacau
3 a 4 colheres de sopa de leite
1/2 colher de sopa de manteiga

Coloque o chocolate, o leite e a manteiga numa tigela de vidro ou metal sobre uma panela com água ferevendo sem deixar encostar na água. Mexa até derreter o chocolate totalmente e formar uma mistura lisa e homogênea. Não deixe ferver, apenas formar uma calda quente.

13 comentários:

Noémia disse...

Olha Cláudia, eu nem sei o que te dizer...que inveja, do mingau, do pudim, das caldas quentes...estão com um aspecto tão bom que eu até fico a babar em frente do ecrã. E olha que até não sou tolerante à lactose, mas arriscava só para provar uma coisa tão boa! :)

Talita disse...

Nunca provei pudim, mingau de arroz. Posso ficar só com as caldas? =)

Eu Mulher disse...

Minha amiga, como sei que tudo que você posta é gostoso, irei experimentar esse arroz quando terminar minha dieta que começou hoje,rsrs. Penso que irei virar fã!

Grande beijo

angela disse...

fico imaginando como deve ser bom,pois a apresentação é maravilhosa.bjs

Glau disse...

af maria, tentador... acho que eu iria misturar as 2 caldas

nega, to te esperando já! confirmado 25.. vamos na feira tbém?

Elisabete disse...

Eu adoro mingua, mas esse seu mingau de arroz deve ser uma cosia, assim, sublime.
Ficou lindo

A DONA DO MUNDO disse...

Que pudim mais bonito, parece tão suave, tão gostoso
Pode ser feito com outro tipo de arroz?, aqui na terra do nunca só temos arroz integral, parborizado e branco
Beijo

Tatiana disse...

Se tem um lugar que deixa a gente com vontade de correr p/ cozinha é esse blog!!!

Eu faço "arroz doce" do mesmo jeitinho do seu "pudim" mas não usava o arbóreo. Vou experimentar! Agora as calda....ô dúvida cruel!!!

Sarinha disse...

Claudinha, nossa, deve ficar uma delicia!

Bjosss

Claudia disse...

Noémia,

Você sabe que mingau de arroz com leite de coco ou leite de amendoas é uma maravilha, vale a pena experimentar. Uma comida bem simples por aqui.

Talita,

Se nunca comeu precisa provar pois é comidinha simples e boa. O mingau é uma espécie de arroz doce quente e o pudim, uma mousse cremosa bem leve, apesar do creme...

Ana,

Dieta é coisa séria, mas um mingauzinho de arroz com leite desnatado e um tantinho de açúcar apenas cai super bem, mesmo na dieta!

Angela,

Na hora de comer a aparência é tudo, não? Mas este pudim além de bonito é bom.


Glau,

Para você que gosta de um arroz doce, é tudo de bom. E 25 está acertadíssimo. Eu estava louca para arranjar uma companhia para minha visita...

Elisabete,

Para quem gosta de mingau o de arroz é uma delicinha, com baunilha e canela fica um show. O leite desnatado ainda deixa tudo bem leve.

Dona do Mundo,

Acho que qualquer arroz com bastante amido serve. Basta não lavar. O arbóreo é apenas um tipo de arroz com bastante amido o que engrossa bem o arroz fazendo um mingau grosso. Já o parbolizado e o integral não são muito indicados, na minha opinião.

Tatiana,

O arroz doce em geral come-se frio e dá uma bela engrossada quando esfria mas o mingau é comido quente e o arroz arbóreo com bastante amido ajuda a engrossar sem cozinhar demais o arroz. Vale a pena experimentar se o preço for bom. A calda de chocolate caí super bem mas a tradição local pede caldas de frutas vermelhas.

Sarinha,

Fica sim, virei fã e comemos direto.


Beijos garotas,

C.

Gina disse...

Quando li, lembrei logo do nosso arroz doce, mas esse leva o arbóreo.
Confesso que ficaria só com o pudim ou o mingau, sem as coberturas...
Mas que fica com uma apresentação legal, fica!

Magia na Cozinha disse...

Amei este arroz! Imagino que seja semelhante ao nosso Arroz Doce e já fiquei com água na boca!
O que é a cor desta calda de framboesas? Inacreditável.
Pensasndo bem, combina mesmo super bem com o Natal e acaba por ser uma sobremesa leve. Super apropriado depois das comilanças do almoço ou jantar.
Bjs :)

Moira disse...

Nunca comi pudim de arroz, mas pelo que li parece-me interessante.
Mas adorei o molho de framboesa que também deve ficar bom com panna cotta.
Outro dia fiz o seu manjar de coco e fica uma delicia, vou publicar um dia destes. Agora vou ter que experimentar esse seu pudim também.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...