terça-feira, 6 de julho de 2010

Semifrio de morango e ruibarbo



Difícil imaginar que essa sobremesa foi feita com sobras esquecidas na geladeira? Mas foi. Para começar haviam quatro claras clamando por um futuro na geladeira. Dias antes eu tinha feito uma compota de ruibarbo com morangos maravilhosa e meio pote desta compota estava demorando para acabar. Para completar havia por ali um pote de creme de leite fresco que também estava sem objetivos claros nesta vida. A soma dos quadrados dos catetos deu nesse semifrio de morango e ruibarbo, uma sobremesa espetacular.



Semifrio é a versão em português do semifreddo, um doce italiano, parente do sorvete, dos gelatti e gelados em geral. É uma variação do sorvete sendo que o semifrio é mais aerado, menos densamente congelado, mais macio e que derrete com mais facilidade. Os sorvetes com base de creme são em geral feitos a partir de uma base feita de gemas e açúcar temperados com leite ou creme de leite fervido e que depois é resfriado e por fim congelado, enquanto o semifrio em geral é feito a frio, com ovos crus e creme batido.



Mas há várias formas de se fazer o semifrio que pode ser feito (1) com gemas e claras batidas com açúcar, (2) com gemas e claras batidas com açúcar e misturadas ao creme batido ou (3) usando apenas claras batidas em neve e depois misturadas ao creme de leite batido em chantilly. Essa última, com claras apenas, é minha versão favorita, acho que fica mais leve. Mas claro que você pode bater gemas e claras sobre água fervente se tem problema com ovos crus. Eu sou fisicamente dependente de sobremesas a base de ovos crus e por isso...



Semifrio de morango e ruibarbo


4 claras
8 colheres de sopa de açúcar
300 ml de creme de leite fresco
250 ml de compota de ruibarbos e morango (receita abaixo)
Suspiros picados a gosto
1 colher de chá de extrato natural de baunilha

Como:

Forre uma forma de pão com filme plástico deixando umas abas para os dois lados e reserve. Bata as claras em neve e quando elas começarem a endurecer adicione o açúcar, aos poucos e bata até formar um suspiro duro e brilhante e reserve. Bata o creme até formar um chantilly médio-duro, adicione a baunilha ao chantilly e bata um pouco mais. Adicione a compota de morango e ruibarbo ao suspiro e usando uma espátula, ou colher de pau, mexa suavemente até incorporar totalmente a compota ao suspiro. Por fim adicione a mistura de suspiro ao creme de chantilly, aos poucos, mexendo suavemente até incorporar totalmente e formar um creme bem aerado.





Coloque metade da mistura na forma forrada e espalhe para formar uma camada na base e espalhe suavemente até formar uma base nivelada. Adicione uma camada de suspiros picados, ou uma camada de frutas picadas. Por cima da camada de suspiros adicione a segunda metade da mistura para formar uma camada também homogênea e nivelada. Cubra com o plástico e leve para o freezer para congelar por 4 a 6 horas antes de servir. Retire o semifrio do freezer de 5 a 10 minutos antes de servir, dependendo da temperatura ambiente o creme vai descongelar mais rápido. Sirva com morangos frescos.


Rende de 8 a 10 porções.





Compota de morango e ruibarbo

400 gramas de polpa de ruibarbo cozida e drenada (o suco virou gelatina)
250 gramas de morango picado
100 a 200 gramas de açúcar (use a gosto)
1 colher de sopa de suco de limão verde

Como:

Coloque os morangos, o açúcar e o suco de limão numa panela de fundo grosso sobre fogo médio e deixe que cozinhe até ferver. Deixe ferver por cerca de 5 minutos e adicione a polpa de ruibarbo e vá mexendo para incorporar o ruibarbo a mistura de morangos. Quando ferver reduza o forno e deixe cozinhar por mais 5 a 8 minutos ou até que a mistura esteja com a consistência que você deseja. Eu gosto dessa compota mais suculenta e em geral não deixo cozinhar por muito tempo.

Obs 1. Eu cozinhei os ruibarbos no forno com açúcar antes para drenar o líquido do ruibarbo e usar numa gelatina e por isso usei a polpa já cozida.

2. Se você desejar adicione o ruibarbo cru junto com o morango e acerte o açúcar final de acordo com o peso e o gosto pessoal já que com os ruibarbos crus você vai precisar de mais açúcar. Ao usar a polpa de ruibarbo cozida com açúcar a compota pede menos açúcar.



Ruibarbo picado...


Polpa de ruibarbo depois de cozida e drenada...


Compota de morango e ruibarbo

7 comentários:

Coração disse...

Cláudia,

Você é uma artista que me tortura com suas receitas e fotos...hahahah...
São dez da manhã e eu daria tudo por
esse semifrio...Ai, que delícia!!!

Bjokas, ótimo dia!

Elisabete disse...

Um semifrio maravilhoso e super simples. Deve ficar super saboroso e está na medida certa para aproveitar um doce de cerejas que tenho lá por casa. Lindo.
Beijinhos

SUELY PERES disse...

Esse semifrio esta um arrebento...amei. beijinhos e um lindo dia

manjericota disse...

Claudia, q curiosidade pelo sabor do ruibarbo. Por estas bandas não encontramos ele. :(

Bjo gde, Dani :)

Isabel disse...

Claudia,
amo semifrios. Com o calor que está por aqui, semifrios e gelados são as sobremesas do momento.
Ficou lindo e super apetitoso. Estou a pensar em sobremesas com morango para o aniversário da minha sobrinha e esta já ficou na lista. O ruibarbo pode ser substituído por qualquer outro ingrediente. Vou pensar no assunto.
Bjs

Carol Trostli disse...

Meu Deus isso é uma maldade.. aíí tudo que tem morango é espetacular.. amo essa fruta.. nossa..
beijos

Claudia disse...

Coração,

Torturar não faz parte do meu projeto, definitivamente não!!!! Mil perdões por isso! Um sorvete de morango feito em casa chega bem perto do sabor dest semifrio, vai por mim!

Elisabete,

Sem dúvida esta receita cairá perfeitamente com um doce de cereja, semifrios são perfeitos quando misturados com geléias e compotas...

Suely,

Ficou uma delícia mesmo e é tão fácil de fazer, não perca tempo!


Dani,

O ruibarbo é um talinho vermelho ultra perfumado mas azedo que depois de cozido perde a cor que vai toda para o suco. Fica perfeito se misturado a doces de morango ou maça mas puro não é unanimidade. Esses ruibarbos que eu usei estavam bem doces mas eles podem ser bem azedos, quase intragáveis sendo impossível comer sem a adição de uma quantidade razoavelmente alta de açúcar.

Eu acho que não faz nenhuma falta no cenário vegetal brasileiro onde temos tantas opções.


Isabel,

Semifrio com um morango apenas fica uma maravilha, pede um pouco a cor mas fica bom mesmo assim e é tão fácil. Aqui também esquentou esta semana e a temperatura está na casa dos 20C todos os dias, uma quentura maravilhosa (risos!!!!)

Carol,

concordo com você que tudo com morango fica espetacular, mas maldade não estava no meu projeto, desculpinha!!!!


Beijos a todas,

Cláudia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...