quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Biscoitos de manteiga de amendoim sem farinha ( sem gluten)



E eu continuo na busca por receitas deliciosas, simples de fazer, saudáveis, com três ou quatro ingredientes apenas, para experimentar com o público lá da loja. E, diante disso, é totalmente impossível deixar passar estes biscoitinhos. São apenas três ingredientes, quatro contar cada tipo de açúcar como ingrediente diferente e cinco se você resolver adicionar uma baunilhinha. Além de fácil, rápido esses biscoitos são super bons. Se você, como eu, é louca por amendoins, castanhas de cajú, do Pará, amêndoas, nozes, avelãs, pitaches, baru etc... é mais uma receita para reservar, principalmente quando de posse de uma manteiga de amendoins de boa qualidade. Uma boa manteiga da amendoim quer dizer, manteiga feita apenas de amendoins, 100% amendoins triturados, e produzida com amendoins de boa origem, i.e., amendoins orgânicos sem sal.





Lá na loja as manteigas e os óleos de nozes e castanhas estão bombando. Eu nunca uso esta expressão, mais ela explica muito bem o interesse crescente por manteigas e óleos de nozes e castanhas. As nozes finalmente estão no topo da pirâmide dos alimentos saudáveis e recomendadas em todos os tipos de dietas. Exceto para os azarados alérgicos. E hoje temos na loja óleo de coco, de avelãs, de nozes, de amendoim, de gergelim torrado (japonês) e de gergelim. E tenho manteiga de castanha de cajú, de avelãs, de amêndoas, de amendoim e de gergelim 100% puras. Os óleos são todos orgânicos, extra virgens, prensados a frio, não refinados e as manteigas são todas orgânicas, sem adição de sal, nem de açúcar ou de conservantes e/ou óleos hidrogenados espessantes.




As manteigas de nozes e castanhas naturalmente separam o óleo dos resíduos das nozes prensadas e por isso a indústria de lixo alimentar adiciona montes de porcarias para deixar as manteigas homogêneas e cremosinhas e, por consequência, bem vagabundas. Não use essas manteigas de amendoim comerciais de jeito nenhum, principalmente as importadas, pois aqueles vidros estão cheio do que há de pior da agricultura transgênica: óleo de algodão, canola, milho e soja transgênicos. Quando usar uma manteiga natural de nozes ou castanhas antes de usar basta sacudir bem o vidro para as duas partes se incorporarem ou simplesmente mexer com uma colher de metal depois de aberto. Exatamente como um vidro de suco de maracujá ou cajú.




Esse biscoito ainda é sem gluten e isso ainda é mais um ponto positivo na minha opinião pois quem aguenta mais farinha? Eu estou tentando parar com o trigo totalmente. Mas se você desejar adicionar um tanto de farinha de trigo integral (1Dl), de farinha de espelta integral ou de aveia está valendo também e ainda dá uma bela aumentada na quantidade de fibra. A farinha de aveia, sem gluten, não é difícil de achar por aqui, é uma adição sensacional e deixa o biscoito com um gostinho de paçoca sensacional. Por falar em paçoca, estes biscoitinhos ficam muito parecidos com aquelas balas de amendoim de antigamente...



Biscoitos de manteiga de amendoim (sem gluten)

A inspiração veio desta receitinha aqui

2 dl de manteiga de amendoim natural orgânica
1 dl de açúcar mascavo orgânico
1 dl de açúcar de cana não refinado orgânico
1 ovo orgânico
micro-pitada de sal marinho
1/2 colher de chá de extrato de baunilha orgânica

Como:

Aqueça o forno a 180C. Numa tigela de vidro ou metal (eu nunca uso plástico, os detesto e os potes ficam gordurosos demais, mesmo depois de lavados) coloque a manteiga de amendoim, os açúcares, o ovo e a baunilha e bata usando um fouet, ou colher de pau, até formar uma mistura homogênea. Usando uma colher de chá retire colheradas e enrole com as mãos até formar bolinhas, como brigadeiros. Coloque as bolinhas numa forma retangular grande forrada com papel manteiga. Leve ao forno e asse por 10 minutos, depois de 10 minutos retire do forno, amasse as bolinhas com um garfo, a pressão ajuda a cozinhar o biscoito, e leve para assar por mais 3 a 5 minutos ou até que as bordas da base do biscoito comecem a ficar douradinhas. Deixe esfriar totalemente antes de remover do papel pois o biscoito sai do forno ainda bem molinho.

Rende 35 biscoitos, crocantes e levemente puxa.

13 comentários:

Cristina disse...

Olá Claudia, não consigo vencer a lista de delícias por fazer e agora tem mais essas bolachinhas...hummm!!
bj

Claudia disse...

Cristina,

Se você tem acesso a bons amendoins e um bom açúcar faça estes biscoitinhos para experimentar, parecem balas de amendoim, naturais, claro, já que não há conservantes. Mas você precisa primeiro preparar a manteiga de amendoim e isso você faz processando bem os amendoins torrados sem sal. Se necessário adicione um tantinho de óleo de amendoim orgânico aos amendoins na hora de processar, açúcar, ovo e voilá!

Bj,

Claudia

Vanessa disse...

Oi Cláudia, encontrei seu blog buscando receitas sem farinha de trigo, adorei! De que é sua loja? Você vende produtos orgânicos? Que sorte! Conhece o Dr. Davis?

http://www.amazon.com/Wheat-Belly-Lose-Weight-Health/dp/1609611543

http://www.trackyourplaque.com/blog/

Claudia disse...

Oi Vanessa,

Legal que você nos achou! Eu e o blog.

Sim, cerca de 95% dos produtos da minha loja são orgânicos. Mas não conheço o Dr Davis não, nunca tinha ouvido falar.

Bj,

Claudia

Vanessa disse...

O Dr. Davis esse escreveu um livro sobre o trigo, best seller nos EUA nas últimas semanas. É bem interessante o blog dele, se puderes, dá uma olhadinha. Eu não sou celíaca, mas tenho umas alergias estranhas, por isso estou tentando evitar o trigo que parece que tem a ver com tudo o que é de ruim (alergias, tireóides, depressão...):

http://perfecthealthdiet.com/?p=911

Nos comentários desse post tb tem liks muito interessantes.

Vanessa disse...

Pra quando uma receitinha de tapioca passo-a-passo? Eu fiz uma que achei na internet e não deu certo! Também gaúcha fazendo tapioca em Barcelona não é pra dar certo mesmo, hahaha!

Claudia disse...

Vanessa,

Depois que você falou do Dr Davis eu fui ver quem era e gostei do discurso dele, concordo com quase tudo o que ele diz pois já li outras fontes que falam a mesma coisa e já vou comprar o livro dele.

Eu tive doença de Graves em 2008, doença autoimune do metabolismo que identifiquei depois de uma crise pauleira que me levou para o hospital.

Eu sempre tive metabolismo acelerado, hipertiroidismo leve, comia de tudo e era muito magra, digeria até pedra e a mudança foi difícil... Depois de várias alergias aos medicamentos tive que "matar" minha tiroide com radiação ou eu ia ter um ataque do coração.

E de lá para cá tenho comido o pão de queijo que o diabo amassou para conseguir ter uma digestão minimamente decente, não sofrer com pressão no ouvido, alergias, ázia e montes de outras coisas que estão relacionadas ao meu novo metabolismo lento... Fora que ganhei 20kg depois da doença, já perdi metade desses quilos, mas hoje eu tomo hormônios sintéticos todos os dias e tenho que me ajustar e os dias que passo sem glúten passaram a ser fantásticos... por isso decidi deixar o trigo para lá...

Sabe que eu estou preparando uma postagem sobre isso. Relembrando porque eu quero tentar viver totalmente sem gluten.. e porque eu acho que todo mundo deveria deixar de comer trigo que é um grão importado caríssimo no Brasil e nada saudável.

Abs,

Claudia

Vanessa disse...

Nossa, Cláudia! O importante agora é que você está encontrando o caminho da cura, deixar o trigo pra lá é um grande passo. Abs!

Eu Mulher disse...

Acho ótimo ler seus posts e aprender coisinhas sobre produtos transgênicos que no nosso dia não prestamos muita atenção.
Penso que esses biscoitos ficaram maravilhosos, mas imagino que também deve ser uma delícia com gergelim descascado.

Beijão

thais disse...

Claudia, parabéns pelo blog.
Estou acompanhando há algum tempo, mas é a primeira vez que comento. Fiz essa receita no final de semana passado e não durou meia hora! Meus meninos comeram tudo muito rápido!
Obrigada por ela.
Eu também adorei!

Já fiz o doce de leite, o leite condensado e tentei fazer os macarons várias e várias vezes.
Os macarons nunca deram certo. Ficam moles demais e viram cookies amassados ou ficam duros demais que dá pra fazer bolinha com as mãos.... os últimos ficaram quaaaaase bons, mas ainda não deram certo. Eles ainda ficam moles demais.

O doce de leite é receita amada por todo mundo aqui em casa. A gente come com pão de queijo e fica muito, muito bom.

Beijo.

Anônimo disse...

Fiz na sexta feira, acrescentei 01 colher de chá de baunilha e 50 gramas de fanha de aveia e segui todas as suas instruções a risca.
Ficaram fantasticamente maravilhosos (crocantes e levemente puxa-puxa).Se não me controlasse, teria comido tudo de uma vez.

Sou GRATA por dividir com todos suas excelentes receitas.
Um grande e carinho abraço
Vilma

Claudia disse...

Vilma,

eu também tenho que me controlar para não comer tudo... mas não faço esse biscoito mais... é bom demais.

Abs,

Claudia

Anônimo disse...

Há uma pasta de amendoim integral pronta. Em São Paulo ela é vendida na Zona Cerealista.
Fiz a receita e com a pasta ou manteiga já pronta, é bem mais rápido. ;-)

Abs
Sophie