sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Um Sorteio Especial: Groselhas e Minha Geléia de Groselha




Depois que eu anunciei o sorteio especial que resolvi fazer para comemorar o natal/ano novo/aniversário de quatro anos do blog, leia tudo sobre o sorteio aqui, eu recebi diversos emails de leitores que relatam nunca terem visto, nem provado, uma groselha de verdade. E, para dar vontade, aqui estão elas... As groselhas, inglês chamadas redcurrants e em francês groseilles são muito comuns por aqui, um arbusto selvagem que hoje em dia se encontra em todos os jardins. As frutinhas crescem em cachinhos, como mini uvinhas e por aqui podem ser vermelhas ou brancas. As vermelhas são mais comuns e por aqui usa-se para fazer geléia e sucos.

Se você está acostumado com aqueles xaropes de groselha ultra doces, esqueça. A única semelhança entre a minha geléia e aqueles xaropes que banhar sorvetes é a cor, já que a cor do suco de groselha é exatamente a mesma. Mas o sabor é uma coisa totalmente diferente. A groselha de verdade é doce e azedinha ao mesmo tempo, mas de sabor indescritivelmente suave, mas característico. É uma frutinha muito suculenta, como as uvas e perfeita para sucos e refrescos. As crianças adoram, cercam os arbustos carregados e se enchem de comer as frutinhas suculentas. Por aqui costuma-se usar a groselha em par com as berries de sabor mais forte como a framboesa, morango e os mirtilos em sucos concentrados naturais. Elas são lindas e por isso usadas para decorar sobremesas e acompanhar pratos salgados. Ainda combinam com alguns tipos de queijos e carnes de caça.




Um dos problemas da groselha é a semente, já que a groselha tem uma semente bem grandinha no meio e que precisa ser retirada e/ou peneirada. Por causa da semente e do alto conteúdo de pectina a maior parte das geléias de groselha são produzidas como uma gelatina, usando apenas o suco peneirado e depois gelificada a partir de mistura com açúcar.


(Esta geléia de groselha, produzida na França é a geléia mais cara do mundo)


O interessante é que a geléia mais cara do mundo é uma geléia de groselha feita na França onde as profissionais experientes retiram as sementes com um pena de ganso e depois usam a polpa inteira da fruta, inclusive a cascas para fazer a geléia. A foto da geléia mais cara do mundo é do blog FX Cuisine que entrevistou o produtor francês da geléia de groselha que supostamente é a geléia mais cara do mundo.



Se você vencer meu sorteio vai receber, entre outras coisas, um potão de 350g de geléia de groselhas feita por mim. Minha geléia é feita com groselhas orgânicas e adoçada com açúcar de cana não refinado orgânico. A geléia de groselha pode ser consumida como uma geléia qualquer, com torradas, pães e biscoitos mas fica perfeita servida juntamente com uma tábua de queijos, com carne de carneiro ou de cabrito, ensopados e também pode ser derretida e usada em cocktails por exemplo. Pode ser usada para dar cor e sabor a molhos e marinadas.

A minha geléia de groselha é baseada numa receita de família, do caderninho da minha sogra e eu já publiquei aqui no blog. Para ver minha receita clique aqui.

Não deixe de participar do sorteio, deixando um comentário bacaninha nesta postagem aqui e curtindo a página da minha loja no Facebook.

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Um Sorteio Especial & Docinhos de Nozes e Coco com Tâmaras (sem açúcar)



Pessoas queridas, minha vida pessoal não andou ajudando meus blogs ultimamente. Foram tantas coisas, mas foi a tristeza o que me afastou de vocês. Fui tomada por uma tristeza paralisante que me deixou sem palavras. Fiquei sem ter o que dizer por semanas. E tenho feito uma força imensa para me animar e pensar em outras coisas, mas nem sempre consigo. Para aqueles que ainda não sabiam, meu pai faleceu depois de quase quatros meses de hospital. Acabou sendo um fato inesperado pois aconteceu quando ele estava muito melhor e nós nos preparávamos para recebe-lo em casa. Uma infecção no pulmão complicou o quadro e ele não resistiu.

A tristeza que toma conta de mim é a pior que já experimentei nesta vida. Já havia vivido esse momento algumas vezes em pesadelos horrorosos, mas na vida real é sempre bem pior. Não há para onde fugir e evitar a dor da perda. A dor e o pesar são imensos, como uma pedra no peito. Esses últimos meses foram horríveis, me senti, me sinto, derrubada. Foi um ano doloroso e eu não vejo a hora dele acabar. Afinal, o final do ano chega sempre carregado de otimismo e esperança de que o ano que começa será mais feliz e que a vida será menos dolorosa. Adoro pensar assim, quero me deixar contagiar.

Meu pai sempre foi um cara muito otimista, a única pessoa neste mundo capaz de levantar o meu astral e me jogar para cima com um olhar, um movimento da mão ou uma frase curta. Eu nunca deixei de aprender com ele. E aquele ser poderoso se foi para sempre da minha vida, não há outra pessoa neste planeta que seja capaz de me iluminar e me inspirar do jeito que ele fazia. Agora preciso aprender a viver sem minha luz.



Mas eu não quero entristecer ninguém com estes relatos. Muito pelo contrário. Quero me animar e preciso deste blog para isso. Este blog é minha grande alegria. Mesmo durante meus longos períodos de ausência eu não deixo de ganhar leitores e receber emails amigos, gentis de todos os lugares do mundo. E por isso voltar é tão importante para mim. Este blog é uma conquista minha que eu não vou deixar para trás, eu amo este blog e as pessoas que eu conheci através dele. E se eu andei muito devagar foi porque um "tronco" pesadíssimo rolou na minha direção. E paralelo a isso ainda há a minha crise pessoal-alimentar que não ajuda muito na hora de criar postagens e, para completar, há a loja que é um "pianão" que eu carrego sozinha. O blog é mesmo o meu refresco.




De qualquer maneira esta postagem é para ser alegre e celebradora. E vem junto com um sorteio especial. Um sorteio para leitores no Brasil. Pátria Amada, Salve, Salve. E, para celebrar o Natal, o ano novo, os quatro anos deste blog (que deixaram de ser comemorados em agosto passado), os dois anos da minha lojinha, em homenagem ao meu pai e a minha amada mãe, eu vou sortear uma cesta de presentes com aquilo que eu mais amo no mundo: boa comida, feita em casa e orgânica.

Como vou para o Brasil novamente no final do mês vou levar comigo uma seleção de coisas que gosto e resolvi fazer um sortear algumas dessas coisas. Um sorteio válido para o Brasil apenas, um sorteio de coisas muitos especiais, feitas por mim: Um pote de 350g de geléia de groselha, um pote de 350g de doce de leite feito por mim e uma garrafinha de 200ml de licor de framboesa também feito por mim. As framboesas e groselhas são do meu jardim, cultivadas por mim e o leite é muito especial, um dos melhores leites orgânicos do mundo.


Como participar:

1. Como habitual, você vai precisar se tornar fã da página da minha loja Doce Vika no Facebook! Minha loja está sempre precisando de apoio. Eu tenho fãs incríveis por lá, mas preciso de mais apoio. Por favor, mesmo que você não entenda nada do que eu escrevo, me dê uma força por lá. Meu negocinho é pequeno e quanto mais fãs, mais atração ele causa no público local. Sério. Preciso de vocês. Para se tornar fã clique aqui.


2. Você depois deixa um comentário bacana aqui no blog explicando porque você gosta de comidas orgânicas feitas sem casa ou sobre seu interesse em participar do sorteio e por que? Mas faça isso se você realmente curte produtos orgânicos e feitos em casa.


3. No dia 6 de janeiro eu vou escolher um comentário, o mais bacana de todos. Nada daquela frieza do random.org que eu vinha usando.


Eu vou chegar no Rio de Janeiro dia 30 de dezembro, vou levar os prêmios comigo, empacotar lá no Rio e mandar via SEDEX. Ainda prometo colocar mais umas coisinhas especiais no pacote... surpresinha. Mais informações sobre o sorteio no pé da postagem...





E para os dias de festa fica uma receita muito fácil de um docinho denso e delicioso. Bata comer um que já alivia a vontade de comer doce.

Docinho de Nozes e Coco com Tâmaras

150g de tâmaras sem caroço
100g de nozes
50g de coco ralado seco sem açúcar + um pouco para enrolar
2 a 3 colheres de sopa de óleo de coco extra virgem

Como:

Coloque as tâmaras no processador, dê uma processada boa, adicione as nozes, o coco ralado e o óleo de coco processe bem até formar uma massa homogênea. Se a massa não ficar bem homogênea processe um pouco mais ou adicione um pouco mais de óleo se achar necessário. Retire colheradas usando uma colher de chá e forme bolinhas pequenas e passe os docinhos em coco ralado e/ou farinha de nozes ou de castanhas de cajú. Coloque as bolinhas num tabuleiro e leve a geladeira para endurecer. O óleo de coco endurecerá e vai dar uma bela consistência ao doce. Coloque em forminhas e deixe na geladeira até servir. Se você estiver em local quente, sirva direto da geladeira.

Obs. Se for usar coco ralado seco dê uma processada nos flocos de coco para ficarem menorzinhos. Se preferir use pistaches, nozes, castanhas do pará ao invés das nozes. Eu comecei enrolando em coco e depois passei para pistaches que esfarinhei num pilão.


Rende cerca de 25 docinhos.



Sobre o sorteio.


O sorteio é válido para o mundo todo, como sempre?

Não. desta vez o sorteio é válido apenas para endereços em território nacional (Brasil).


Por que?

Tive vários problemas com envio de pacotes daqui (Noruega) para o Brasil. Minha mãe deixou de receber dois pacotes bem caros nos últimos seis meses e outros tantos eu não sei se chegaram, ou não, aos destinatários. Algumas vezes me avisam que receberam, outros eu recebo de volta e o que fica é uma sensação de tristeza. Por isso, estava devendo um sorteio exclusivo e seguro para endereços brazuquinhas.

Como fazer para participar?

Para participar deixe um comentário falando o quanto você gosta de alimentos orgânicos e de comidinhas feitas em casa... depois torne-se fã da página da minha loja no Facebook. Para se tornar fã da minha loja no FB clique aqui.

Não é preciso deixar email, nem endereço, nos comentários.


Quando será o sorteio?

Não haverá um sorteio no sentido exato da palavra. No dia 6 de janeiro, eu vou sentar e escolher o comentário mais bacana, sacou? Depois eu anuncio aqui o nome do vencedor e espero que o mesmo me mande o seu endereço por email.



Boa sorte!