sábado, 25 de agosto de 2012

O mundo gira e a Lusitana roda....



Caríssimos. Perdão pelo longo silêncio. O que era para ser uma breve parada, por conta das férias de verão, tornou-se um imenso intervalo de silêncio, enquanto tinha montanhas de coisas legais para contar e mostrar. Uma imensa confusão tomou conta da minha vida recentemente e acho até supreendente que eu tenha conseguido relaxar e sentar para escrever esta postagem.

Estava louca para escrever, para contar, para dividir minha dor e minhas experiências. Fiz muitos planos para esta postagem e espero conseguir escreve aqui um pouco do que eu planejei. Minha vida virou, ficou de pernas para o ar desde a última postagem, naquele já distante mês de julho. Muita coisa rolou este verão (não esqueçam que aqui é verão), coisas boas e ruins e a parte ruim tirou o meu chão e me deixou silenciosa, sem muita força para escrever, mesmo quando desejo muito, não consigo.


Primeiro a bomba, que abalou o meu aqui distante porto seguro: meu pai está muito doente no Rio de Janeiro. Teve uma trombose com complicações nos rins e está desde de final de julho internado. Depois de muitos erros e acertos e diagnósticos eu finalmente estou de malas prontas. Viajo hoje e amanhã vou poder ficar um pouco com o meu pai, ficar de plantão e de vigília, na esperança que ele se recupere. Este processo não foi fácil. Um dos dramas de viver longe de casa, em terra estrangeira, é exatamente este. A gente que tem uma vida estabelecida longe de casa não pode, num piscar de olhos, se materializar do outro lado do oceano. E ter que ficar longe, enquanto alguém que a gente ama muito precisa da gente, é talvez a pior das experiências que alguém pode ter nada vida.

Meu maior pesadelo sempre foi este, imaginar que meus pais poderiam ficar doentes, precisar de mim e eu presa aqui, sem poder embarcar imediatamente. Mas o dia da minha viagem finalmente chegou e amanhã desembarco no Rio de Janeiro. Depois eu conto como tudo correu, com o meu pai e comigo.

E assim passou-se o último mês. Ansiedade, muita ansiedade. Dias cheios, poucas horas de sono e muita tensão. O que ajuda a relaxar é o fato das tarefas domésticas multiplicarem-se durante o verão. São tantas coisas para fazer, tarefas diárias, tantos compromissos, principalmente com a loja e o dia-a-dia da família, da casa e do jardim.

Fora o drama familiar e a loja que devora muito tempo e minha energia, agosto foi um mês de verão, com muitos dias de sol e calor. As framboesas, groselhas e mirtilos gostaram muito deste mês de agosto e frutificam sem parar. Colhemos muitas framboesas no nosso jardim e milhões de groselhas no jardim do vizinho que as detesta. E eu já fiz de tudo um pouco com elas, além de encher os freezers de framboesas, groselhas e mirtilos para os dias sem sabor do futuro inverno.

Espero ter energia para voltar e mostrar tudo. Por hora queria



16 comentários:

Karen disse...

Força, Claudia!

Anouska disse...

As melhoras para o teu pai Cláudia, e muita força!

Claudia Lima disse...

Boa sorte na sua viagem e que encontre tudo em paz.
Bjs :)

Lu disse...

Claudia querida, que o Rio te reserve suepresas felizes. Sorte! Um beijo grande

Anabela martins disse...

Boa Viagem e um Feliz reencontro com a sua familia, e boas melhoras para o seu pai. Pensamento positivo, tudo irá dar certo. Boa estadia e escreva muito para nos contar as suas ferias em Terras Brasilis ;)) Bjo*

maria lucia disse...

Melhoras! E boa viagem! Cuide-se direitinho.

Sophia, Mary and Mom ™ disse...

Olá Cláudia!
Somos seguidoras do teu blogue há pouco tempo, mas já somos fãs (a verdade é que andamos nisto dos blogues há pouco tempo).
Antes de mais fazemos votos que o teu pai esteja melhor e que faças uma boa viagem.
Depois, quando chegares ou quando tiveres vontade estás convidada a aparecer na nossa "cozinha" e na nossa "horta" em www.comopaoparalaranjas.blogspot.pt
Bjinhos
Sophia, Mary & Mom

Léia disse...

Oi Claudia, tenha fé, pois tudo se resolverá.É muito dificil suportar noticias de longe.Só sossegamos quando podemos ver a pessoa pessoalmente para ter certeza do real estado de saúde.Tenha força, pois nesse momento quem está passando pela doença depende muito da força de quem está ao redor.
Que Deus te abençoe e que um anjo do Senhor esteja contigo.Beijos e tudo de bom.

Kati Monteiro disse...

Cláudia,
sei bem o que é estar longe da família, em outro continente, e ver o pai passar dificuldades, cirurgias delicadas, sem poder estar do lado para segurar a sua mão.
Muita calma e luz para enfrentar as dificuldades e sabedoria para lidar com elas.
Melhoras para o pai e força para toda a família.
Beijos

Vanessa disse...

Cláudia, tu não sabes quanto eu te entendo, também estou longe e os pais começando a ficar velhinhos...

Boa viagem e que tudo vá bem. Pensa que sempre é bom voltar pra casa, igualmente. Nem que seja em uma viagem que não estava prevista.

Abs!

Noémia disse...

Querida Cláudia, espero que o seu pai melhore, se recupere e o pesadelo passe. Boa viagem e que corra tudo bem! :)

Márcia disse...

Cláudia, muita força nessa hora, fé em Deus, pois nas mãos dele está o destino de todos, bjs

Anônimo disse...

Cláudia,
não te conheço, mas conheço exatamente o momento que você está passando hoje, pois vivi ele há 2 anos atrás. Concordo contigo, estar longe da familía nestes momentos é das coisas mais difíceis de se viver.
Fico feliz em saber que você já está em casa, junto ao seu pai. De a ele todo o amor que, com certeza, ela já sabe que você sente.

ana

Anônimo disse...

Nao se abata, mesmo quando nos esquecemos, a forca de Deus esta por nos e dentro de nos. Eu e minha familia estamos rezando pela sua. E, sobretudo, para que na dor voce encontre equilibrio. Adrianne

Carol Stehling disse...

Cláudia, desde a sua postagem tenho pedido ao Arcanjo Rafael e â Mãe Maria, guardiões da saúde e da cura, para que cubram o teu pai de bençãos.
Visualize sempre um intenso raio verde cobrindo o teu pai e tua família.
Tenho conquistado muitas coisas positivas em minha vida com a ajuda dos Arcanjos.
Acredite!!... Força!!
beijos! Carol

MINHA VIDA DE CAMPO disse...

Espero que tudo de certo com seu pai, muita saúde pra ele.
Tenha uma ótimo fim de semana.