quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Aquelas "rosas" já tem donas...




E a vencedora do primeiro prêmio do sorteio foi a Circe que fez um comentário muito legal registrada com o número 79... Apesar de muito delicado, o comentário em si não teve nada a ver com a vitória dela. Ela ganhou no sorteio, pura sorte. Olha o comentário da ganhadora:

Circe disse...

Cláudia,

Parabéns pelo blog, que já me ensinou muitas delícias e me fez amar Panna Cota, me ensinou a fazer geléias perfeitas e sem nadinha de conservantes químicos, mas principalmente, me ensinou como a saudade de um país, dos 'seus'pode ser transformada em algo lindamente escrito e em tanto incentivo para sermos melhores!
Parabéns!
Não abandone o blog, não só porque é um dos meus favoritos (vc não me conhece), mas pq ele é o favorito de muuuuuitas pessoas!
Grande abraço!!!


29 de agosto de 2011 03:04

Circe, me mande um email com teu endereço, está bem?



E a ganhadora do segundo prêmio foi a Kesia com o comentário número 7. Enquanto Circe vai receber a caixa de turkish delight e a geléia de rosas a Kesia vai receber a lata de turkish delight e uma caixa de chá de rosas, uma surpresinha a mais para completar.

Késia, me mande um email com teu endereço, está bem?

E para encurtar a conversa, o fio do recarregador do meu computador arrebentou e por isso a postagem que eu havia planejado para hoje fica para amanhã ou para quando eu conseguir comprar um fio novo.

Obrigada pelos comentários tão lindos. Você se superaram em gentileza e atenção. Eu adoro vocês.





quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Sorteio com sabor de rosas para celebrar os três anos deste saudoso blog...



Esse meu bloguinho faz aniversário hoje. Pois é, tudo começou com uma postagem sem jeito no dia 24 de agosto de 2008. Mas desde então muita água passou por debaixo desta pontezinha aqui... Eu não dou muita atenção para comemoração, eu até tento mas me cansa, mas hoje resolvi celebrar. E vou oferecer "rosas" a todos. Numa das últimas postagens eu mencionei que estava planejando um novo sorteio em agosto, só não tinha certeza se seria um sorteio de aniversário, mas acabou sendo. O fato é que eu adoro sortear coisas... fico toda animada. Enfim, aqui vai o anúncio do dito...





O sorteio de aniversário:


Sabor do sorteio: "Rosas". Para todos aqueles que como eu adoram rosas e certos alimentos com sabor de rosas.

Como:

Para concorrer ao sorteio comemorativo dos três aninhos deste Sabor Saudade os leitores devem deixar um comentário qualquer nesta postagem.




Alguém falou em prêmios?

E os prêmios são: para o primeiro sortudo: uma caixa de 250 gramas de lokum (turkish delight) sabor rosa e limão da mais do que sensacional confeitaria turca Divan, dá uma sapeada nesta maravilha açucarada que aparece nas fotos... uma coisa de louco...

e um vidro de 212 gramas de geléia de rosas da confeitaria norueguesa Romstad Gårds que também aparece em algumas imagens...



Como eu não gosto de dar um prêmio apenas, vou sortear um segundo nome e o segundo ganhador vai receber a latinha de 150 gramas de turkish delights sabor rosa e limão, idêntica a que aparece na foto acima.

Sem regras:

Os dois prêmios são produtos que eu adoro e estou oferecendo com muita alegria para qualquer leitor que deixar um comentário simpático nesta postagem. Vale comentários de qualquer parte do mundo. Sem restrições nem obrigações.

Os dois nomes serão sorteados e anunciados no dia 31 de agosto. Coisa rápida para aumentar a chance de vitória daqueles que comentarem primeiro... Posteriormente os sorteados vão precisar me mandar um email com seus dados pessoais...



Eu sei que eu estou devagar com o blog, mas mesmo assim eu quero acelerar. O problema é que abrimos a nossa loja online ontem. Acreditam? Pois é. E a Doce Vika online pode ser acessada aqui. Mas chegar até aqui foi loucura total. Horas e mais horas e mais horas diante da tela do computador carregando imagens e editando informações e fazendo testes de compras... Entrem para visitar e ver os produtos. Mas não se espantem com o norueguês. Há de ser uma loja bilingue mas ainda não chegamos lá... Muito em breve vamos conseguir publicar tudo em duas línguas.

E eu estive enlouquecida com tantos produtos, já são mais de 300 produtos listados. Loucura mesmo é o que eu tenho a declarar. E uma coisa meio sem fim pois ainda há mais coisas para listar e anunciar. E foi por isso que eu dei essa sumida. Perdoem-me. Eu volto já. Eu adoro estar aqui... publicar coisas, mas é que depois de oito horas diante do computador eu não consigo escrever mais nada decente. A cabeça parece que vai explodir...



Então é isso, por hora não deixem de deixar um comentário e concorrer aos sabores de rosas que eu estou oferecendo para vocês...



quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Cheesecake de framboesa sem massa com calda de framboesas



Eu não sei se vocês enfrentam o mesmo problema que eu, mas as crianças aqui de casa não gostam de massa de cheesecake... sabe qual massa? aquelas massinhas feitas de biscoito e manteiga derretida. Pois bem, eles não gostam mesmo. O mais interessante é que nem os amiguinhos deles gostam. E nem mesmo quando eu faço essa massinha fininha e delicada eles comem a massa. Tudo o que fazem é raspar o recheio e comer apenas o creme da cobertura, a massa fica nos pratos. E qualquer que seja o sabor do cheesecake, a massa sobra.



E por isso eu passei a fazer cheesecake sem massa. E asso tanto mini cheesecakes, em forminhas individuais, como grandes, em formas grandes refratárias. Para ajudar a desenformar as cheesecakes grandes eu recomendo untar a forma, forrar com papel manteiga e untar o papel. Na hora de servir adicionei mais framboesas, a mesma calda que usei a massa. A calda realçou o sabor de framboesa mas não sobrecarregou não, e olha que eu não sou louca por framboesas. Eu diria que se meu jardim não abrigasse uma cada dia mais vigorosa plantação de framboesas, eu não iria usar tantas framboesas. Mas as crianças e o Per são loucos por framboesas, e isso é o que importa.



Cheesecake de framboesa sem massa

Esta receita é uma nova versão, levemente modificada, desta aqui.

200 gramas de queijo cremoso ou ricota em temperatura ambiente
2 dl de creme azedo temperatura ambiente (se não encontrar use 400g gramas de queijo)
6 a 8 colheres de sopa de calda de framboesas peneirada (ver abaixo)
2 ovos grandes em temperatura ambiente
1,5 dl de açúcar de confeiteiro
1/3 colher de chá de baunilha em pó

Como:

Se for usar potinhos refratários pequenos, unte os potinhos com manteiga e reserve. Se for usar uma forma grande unte a forma, forre com papel manteiga ou laminado e unte mais uma vez o papel. Pré-aqueça o forno a 180C. Na bacia da batedeira bata o queijo, o creme azedo, os ovos e o açúcar. Adicione o suco de framboesas e bata para incorporar. Transfira o recheio para a forma preparada e leve ao forno a 180C por cerca de 20 a 25 minutos ou até que as bordas comecem fica douradas e o centro ainda esteja levemente mole. A cheesecake continua cozinhando uma vez retirada do forno e só deve ser desenformada depois de fria.

Rende 7 potinhos individuais.





Calda de framboesa


2,5dl de framboesas orgânicas frescas
1 dl açúcar de cana orgânico

Como:

Coloque as framboesas com o açúcar numa panela e deixe que cozinhe até as framboesas se desintegrarem... mas não deixe ferver demais para não começar a evaporar o líquido. Deixe esfriar levemente e passe pela peneira para remover as sementes. Use esta calda tanto na massa como na hora de servir.



É impressionante o relacionamento entre crianças e comida. Crianças são capazes de gostar das certas pratos de formas bastante específicas. Por exemplo, uma menina aqui em casa só gosta de cheesecake sem massa e sem calda. Mas ela não gosta de caldas e molhos em nada e gosta de cheesecake assim: puro, denso e extremamente perfumado. Eu preciso concordar com ela que esse cheesecake puro estava mesmo maravilhoso. Deu para sentir todo o perfume da baunilha e o frescor da framboesa.


Os pratinhos das fotos são umas preciosidades, porcelana inglesa. Comprei num brechó por 2 reais... estavam ali num cantinho esquecidos no meio de uma pilha de pratos feios... eu adoro brechós, já falei isso aqui?

domingo, 14 de agosto de 2011

Vitamina de açaí e maracujá em pó com frutas, minha super vitamina e as farinhas de frutas



Algumas invenções são simplesmente deliciosas. Eu fico totalmente deslumbrada com aquele tipo de invenção, aparentemente simples, mas que causa um grande impacto na vida das pessoas. Uma dessas invenções incríveis é o processo de desidratação de alimentos para preservação e maior longevidade deles. Seja por congelamento, processo conhecido como liofilização, em inglês freeze-drying seja por simples aquecimento.

Ambos processos de desidratação permitem a conservação de alimentos em pó, depois da desidratação. Alguns dos melhores cafés instantâneos são liofilizados. Diversas frutas podem ser liofilizadas e transformadas em pó ou farinhas. Meu produto liofilizado favorito é o açaí. Simplesmente revolucionou a minha vida. E não foi só a minha já que o açaí em pó virou sensação mundial. Quem diria. E uma vez em pó, dá para usar a fruta em quase tudo e fazer com eles algumas das melhores vitaminas do planeta.



Para expatriados saudosos como eu, esse processo de transformar frutas perecíveis em pó só trouxe alegrias. Quem me conhece sabe a falta que um suco de açaí me faz... açaí na tigela então, nem se fala. E, por isso, essa possibilidade de ter açaí em casa todos os dias faz com que eu fique totalmente feliz com essa singela invenção.

A primeira vez que eu vi açaí em pó eu até tremi na hora, tive até medo pois era bom demais para acreditar. Comprei meio quilo imediatamente, na lojinha de um restaurante vegetariano na Rua Cubatão, no centro de São Paulo no ano passado, e deste então não parei mais. E no começo deste ano, sassaricando pelo bairro da Liberdade, também em São Paulo, achei a famosa farinha de maracujá que é produzida em processo semelhante, mas não via congelamento. Havia tempo que eu andava atrás da farinha, queria comprar para provar e acabei achando por acaso. Uma colher de farinha de maracujá na mistura ajuda a vitamina a ficar ainda mais saudável já que a pectina da farinha de maracujá vai evitar a acumulação de gorduras indesejadas. É simplesmente maravilhoso poder comprar farinhas e pós de frutas tão fundamentais que de uma hora para outra ficaram tão tão distantes de mim...



Vitamina de açaí e maracujá em pó com frutas

1 banana d'água madura orgânica (nanica)
8 a 10 morangos orgânicos congelados
3 a 4 colheres de sopa de mirtilos silvestres congelados
1 kiwi cortado em pedaços
Algumas colheres de polpa de abacate já aberto e esquecido na geladeira desde ontem...
2 colheres de sopa rasas de açaí em pó
1 colher de farinha de maracujá
1 dl de iogurte natural
mel ou xarope de guaraná a gosto ou outro xarope de sua preferência
3 a 4 dl de suco de laranja orgânico

Como:

Coloque no copo de um liquidificador as frutas que desejar e tiver em casa, alguns morangos congelados, açaí em pó e farinha de maracujá. Adoce se desejar e use o tipo que preferir. Eu uso sempre mel. Adicione iogurte se desejar, suco de laranja e bata até formar uma vitamina homogênea. Sirva imediatamente.

Rende 3 copos

Obs. Use as frutas que tiver a mão... se eu puder recomendar diria que mamão, manga e melão dão sabor extraordinário a qualquer mistura de frutas

Obs 2. Use morangos congelados, é uma ótima opção para substituir o gelo... Mas cuidado com o liquidificador. Antes de bater uma batelada de pedras de morangos certifique-se que o teu liquidificador aguenta o tranco...